Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em alta, de olho em apuração nos EUA

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira, 4, com investidores acompanhando de perto a eleição presidencial nos EUA, que está mais acirrada do que se previa. O índice acionário japonês Nikkei subiu 1,72% em Tóquio hoje, a 23.695,23 pontos, atingindo o maior nível em nove meses, após não operar ontem devido a um feriado nacional. Na China continental, o Xangai Composto teve modesto ganho de 0,19%, a 3.277,44 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,31%, a 2.262,14 pontos.

Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi se valorizou 0,60% em Seul, a 2.357,32 pontos, e o Taiex registrou alta de 1,04% em Taiwan, a 12.867,90 pontos.

Já o Hang Seng caiu 0,21% em Hong Kong, a 24.886,14 pontos, à medida que a ação do gigante varejista Alibaba sofreu um tombo de 7,54%, o maior desde que foi listada localmente, no fim de 2019. Ontem, a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações do Ant Group, a fintech do Alibaba, foi suspensa.

A apuração dos votos nos EUA mostra uma disputa mais acirrada do que se esperava entre o presidente Donald Trump e seu oponente democrata, Joe Biden. Antes da eleição, as últimas pesquisas indicavam favoritismo de Biden.

Quando a maioria das bolsas asiáticas já havia encerrado os negócios, Trump declarou vitória em discurso e disse que vai à Suprema Corte para contestar o que chamou de “fraude enorme” na eleição presidencial.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em baixa marginal, após um pregão volátil. O S&P/ASX 200 recuou 0,07% em Sydney, a 6.062,10 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *