Bolsonaro volta a criticar preços e a cobrar Petrobras sobre valores detalhados

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou os altos preços dos combustíveis nos pontos de venda e culpou os governadores por cobrarem taxas elevadas no ICMS. Também voltou a defender que postos de gasolina sejam obrigados a mostrar o preço pelo qual adquiriram os produtos das refinarias. “Pedi ao presidente da Petrobras que bote o preço da refinaria na página da estatal”, afirmou durante transmissão semanal pela internet.

Ele também se opôs ao que chamou de monopólio no transporte de combustível e disse ser alvo de represálias de setores do empresariado quando propõe a abertura deste mercado. “Nós temos que abrir a concorrência. Toda vez que eu entro nessa área o mundo cai na minha cabeça, porque setores fortíssimos da economia vêm pra cima de mim”, queixou-se