Fed/Ata: Mercado de trabalho apresentou melhora, mas segue distante da meta

Na mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), os dirigentes avaliaram que há uma contínua melhora no mercado de trabalho nos últimos meses. É o que informa a ata referente ao encontro, divulgada nesta quarta-feira, 7. Vários integrantes do comitê apontam que o elevado número de criação de vagas é um indício da retomada do setor, segundo o documento.

No entanto, vários dirigentes avaliam que a economia segue longe das metas de pleno emprego, e houve a percepção de que alguns dados recentes para a criação de vagas mostraram números abaixo do esperado, segundo o documento. Um número de autoridades indicou ainda que a retomada vem sendo desigual, quando observadas demografia e setores.

Dirigentes indicaram que seus contatos nas distritais vêm relatando problemas em contratar trabalhadores para atender à demanda, provavelmente refletindo fatores como aposentadorias precoces, preocupações com o vírus, responsabilidades com o cuidado dos filhos e ampliação dos benefícios do seguro-desemprego, segundo o documento.

Neste cenário, a escassez de trabalhadores tende a colocar pressão sobre os salários, segundo o documento, especialmente na medida em que patrões buscam aumentar os pagamentos para tentar atrair potenciais empregados.