G20: perspectiva global melhorou, mas variantes e vacinação lenta são riscos

O G20 divulgou, ao final do encontro em Veneza (na Itália), um documento em que o grupo de ministros afirma que a perspectiva global melhorou desde abril, quando houve a última reunião. “No entanto, a recuperação é caracterizada por grandes divergências entre e dentro dos países e permanece exposta a riscos negativos, em particular a propagação de novas variantes do vírus da covid-19 e diferentes ritmos de vacinação”, afirma

Os líderes se comprometeram a manter estímulos para a retomada econômica. “Reafirmamos nossa resolução de usar todas as ferramentas de política disponíveis pelo tempo que for necessário para abordar as consequências adversas do COVID-19, especialmente sobre os mais afetados, como mulheres, jovens e trabalhadores informais e pouco qualificados”, afirma o documento.

“Continuaremos sustentando a recuperação, evitando qualquer retirada prematura de medidas de apoio, enquanto permanecem consistentes os mandatos do banco central – incluindo a estabilidade de preços – e preservação da estabilidade financeira e sustentabilidade fiscal de longo prazo e proteção contra riscos de baixa e repercussões negativas”, ponderam os líderes.