MP do governo abre R$ 20,2 bi em crédito extraordinário para pasta da Cidadania

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta terça-feira (6) uma medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 20,272 bilhões em favor do Ministério da Cidadania. Os recursos serão utilizados para a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais três meses, anunciada ontem pelo governo. O crédito extraordinário banca despesas emergenciais e fica fora do teto de gastos, regra que limita o avanço das despesas à inflação. Conforme havia sido adiantado pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a ajuda voltada aos mais vulneráveis durante a pandemia de covid-19 foi prorrogada até outubro de 2021, nos mesmos valores de R$ 150 a R$ 375 e com igual alcance em termos de público. O benefício contempla cerca de 39,1 milhões de brasileiros e a última parcela estava prevista para julho.