Publicação do edital de concessão de saneamento no RJ fica para a próxima semana

A publicação do edital de concessão dos serviços de água e esgoto no Estado do Rio ficará para a próxima semana, informou nesta quinta-feira, 17, o governo fluminense. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), contratado pelo governo fluminense para estruturar o projeto de concessão, tinha fixado a meta de lançar o edital na sexta-feira, 18, mas a publicação é feita pelo Estado.

O objetivo é publicar o edital antes do fim do ano para realizar o leilão de concessão até o fim do primeiro trimestre de 2021. Os próximos meses seriam dedicados à análise das condições do projeto por parte dos interessados.

Na quarta-feira, 16, em entrevista à rádio CBN, o governador em exercício, Claudio Castro (PSC), já havia dito que, após a formalização da adesão final dos municípios ao projeto de concessão, o edital seria publicado “até o fim desta semana ou, no máximo, até a semana que vem”.

Mais cedo, o governo do Rio informou que o Conselho Deliberativo da Câmara Metropolitana do Rio, que reúne 22 cidades da região metropolitana fluminense, aprovou nesta quinta-feira a versão final do edital. Agora, falta firmar os convênios de adesão dos demais 25 municípios do interior à concessão.

Na versão atual do edital, a concessão contempla 47 das 64 cidades atualmente atendidas pela Cedae, a estatal fluminense de saneamento. Com essa área, estão previstos em torno de R$ 31 bilhões em investimentos. Se alguma cidade do interior não firmar o convênio de adesão, eventualmente, os valores diminuem, mas a maior parte dos aportes está concentrada na região metropolitana. Nesse caso, a adesão se deu por meio da Câmara Metropolitana.