Secretário de Mineração do MME deixa o cargo e alega ser decisão pessoal

O secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia (MME), Alexandre Vidigal de Oliveira, está deixando o cargo, alegando ser uma decisão pessoal. O Broadcast Político teve acesso à carta de despedida que ele enviou aos colegas do MME.

“Após quase 40 anos no setor público, estou me desligando da SGM, encerrando hoje mais um ciclo da minha trajetória profissional. Foi uma decisão que tomei em março, compartilhada à época com nosso Ministro Bento (ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque), e que se materializa na presente data”, afirma Oliveira, que ocupou o cargo por dois anos e meio.

O MME confirmou, por meio da sua assessoria de imprensa, que o secretário deixa o cargo e que foi “uma decisão pessoal”. Ainda não foi divulgado o nome do substituto para o cargo.

Na carta, Oliveira afirma ter a “segura convicção do dever cumprido, pela integral dedicação e esforço, por ter trabalhado exclusivamente com foco no alcance do bem comum, no interesse do País e do esmero no trato da coisa pública”.

Oliveira diz ainda que tem pela frente novos desafios em projetos que já tinha traçado e definido desde 2018 e que foram adiados quando assumiu a secretaria e para os quais se encontra “com plena disposição e muito entusiasmo”.