Uruguai anuncia que passará a negociar acordos de forma independente do Mercosul

O Uruguai anunciou nesta quarta-feira, 7, que passará a negociar acordos comerciais de forma independente do Mercosul, apesar de reiterar sua permanência no bloco. Em comunicado emitido pelo Ministério das Relações Exteriores uruguaio, o governo afirma que a decisão consiste em defender a modernização do bloco por meio de uma agenda de negociações externas “ágil, dinâmica, flexível e permanente”.

Segundo a chancelaria uruguaia, em reunião de representantes do Mercosul, não foi aprovada a redução da tarifa externa comum (TEC), apesar de o Uruguai ter apoiado algumas das propostas apresentadas, que são “sempre entendidas como flexibilidade”.

No comunicado, o argumento para a medida é o de que a resolução 32/00, que determina sobre livre comércio, nunca foi internalizada pelos membros plenos do Mercosul, portanto, não está em vigência. A norma determina que os Estados “entendam que é necessário priorizar as negociações em grupo, estabelecendo um prazo para a negociação dos acordos bilaterais”.