Microsoft premia alunos das Faculdades da Indústria de Londrina que desenvolveram projeto de Inteligência Artificial para indústrias

Três alunos das Faculdades da Indústria de Londrina são os vencedores do Desafio Microsoft para solucionar problemas da indústria brasileira com uso de Inteligência Artificial, na categoria Sênior, voltada a estudantes de cursos de graduação e pós-graduação. O resultado foi divulgado no dia 15 de dezembro, em live transmitida pelo Facebook do Departamento Nacional do Sesi e do Senai, parceiros na realização dessa iniciativa. “Para nós, é uma honra receber o reconhecimento da Microsoft para um projeto desenvolvido por alunos das Faculdades da Indústria, oferecendo soluções reais para aplicação na indústria brasileira”, comemora Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep. 

O projeto que deu o primeiro lugar aos alunos do curso de Engenharia Elétrica e Manutenção Industrial foi batizado como “CAM.IA – Trabalhe com Segurança”. Com supervisão e orientação do professor Wesley Candido da Silva, os estudantes Luís Gustavo Ferrareto, Callebe Cruz e Wellington Gaedke desenvolveram um sistema que notifica se o trabalhador da indústria está usando corretamente seus Equipamento de Proteção Individual (EPIs). “Por meio de visão computacional, o CAM.IA permite o monitoramento do uso de EPI na planta industrial, visando a saúde e segurança dos trabalhadores da indústria e contribuindo para redução de acidentes decorrentes da falta ou uso incorreto”, explica Wesley. 

Com o envio de imagens capturadas em tempo real, armazenamento e processamento na nuvem do Microsoft Azure, o programa gera notificações e alarmes sobre o uso de EPIs, além de criar um banco de dados para registrar todas essas informações para futuras consultas. “Após buscas de demandas de indústrias na Plataforma Saga Senai de Inovação, encontramos o problema de falta de segurança em transitar pela área de soldagem sem o uso de EPIs adequados, visto que seu uso é obrigatório. Desta forma, o projeto também contribui para o cumprimento da NR-6, que diz que cabe ao empregado a responsabilidade de cumprir as adequações para o uso dos ítens, mas ficando a cago do empregador certificar-se de que o colaborador está fazendo o uso correto dos EPIs fornecidos pela empresa”, comenta Mary Anne de Oliveira, analista de Educação do Sistema Fiep. 

Premiação

Ao todo, os alunos tiveram um prazo de dez meses para desenvolver os projetos que inscreveriam no Desafio, que também premiou estudantes de Ensino Médio, na categoria Iniciante, e de cursos de qualificação e técnicos, na categoria Veteranos. Ao vencer a categoria Sênior, a equipe das Faculdades da Indústria de Londrina será premiada com troféu de 1º lugar, seis medalhas, seis notebook Lenovo 300E e seis vouchers certificação na área de inteligência artificial (AI-100 – Azure AI Engineer). “Sair como campeão desse Desafio traz uma sensação de alegria difícil de mensurar, mas que se resumo em dever cumprido e gratidão”, completa Wesley. 

Faculdades da Indústria no Paraná

Presentes em três cidades paranaenses (Curitiba, São José dos Pinhais e Londrina), as Faculdades da Indústria oferecem 29 opções de graduações em quatro campi (são dois em Curitiba, o Campus da Indústria e na Cidade Industrial de Curitiba). Entre os cursos ofertados, está a graduação em Engenharia Elétrica, na unidade de Londrina, que é responsável por este projeto, além de outras graduações nas áreas de Engenharia, Tecnologia, Indústria 4.0, Moda, entre outras.

Para saber mais acesse faculdadesdaindustria.org.br

Da Assessoria