Participação de mulheres e meninas na ciência é incentivada por meio de concurso promovido pelo Colégio Sesi da Indústria

Celebrar, difundir e lembrar a importância da participação das mulheres na área da ciência e inovação é o objetivo do Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela ONU no dia 11 de fevereiro. “Carreiras nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharias, Artes e Matemática (STEAM)  ainda estão muito atreladas ao universo masculino. Além de fevereiro, em todo o ano, o Sistema Fiep busca promover o envolvimento e estimular o interesse das meninas pelas áreas, além de dar visibilidade às mulheres que têm inovado, criado e gerado transformações ao longo da história. Também buscamos fomentar a liderança feminina e exercitar o reconhecimento, a valorização da diversidade e da equidade no ambiente escolar”, explica Maria Cristhina de Souza Rocha, gerente executiva de Projetos Institucionais do Sistema Fiep.

Neste ano, o Sistema Fiep, em parceria com o CIFAL Curitiba, promove a 3a. edição do concurso “Mulheres na Ciência”. Estudantes do Colégio Sesi da Indústria podem participar inscrevendo suas Histórias em Quadrinhos (HQs) que abordam o tema Mulheres na Ciência. 

“Embora muitas mulheres tenham contribuído, ao longo da história, para a inovação e a pesquisa nessas áreas, o reconhecimento do protagonismo das mulheres na tecnologia, na ciência, nas engenharias, artes e matemática ainda é limitado. Então, o concurso busca valorizar o papel das mulheres nos processos de construção do conhecimento, dando visibilidade à atuação feminina nas carreiras STEAM, além de inspirar as meninas a seguirem carreiras nas áreas da inovação”, conta Maria Cristhina.

Muito além do apoio à realização do programa Mulheres na Ciência, o fomento à valorização das mulheres STEAM pelo Sistema Fiep está permeado em todos seus níveis de educação, alinhada à sua estratégia de formação de capital humano para o desenvolvimento da indústria. “Considerando a importância da inovação para o fortalecimento da indústria, entendemos que é fundamental incentivar a formação de novos profissionais capacitados na área da inovação. Na educação básica, por exemplo, a metodologia ativa e horizontal dos Colégios Sesi da Indústria proporciona igual acesso e incentivo a meninas e meninos de se aproximarem de atividades focadas em inovação, robótica, ciências e outras áreas STEAM. Em 2019, como um dos resultados desse incentivo, 57% dos representantes do Colégio Sesi da Indústria na FICiências eram meninas”, conta Giovana Punhagui, gerente executiva de Educação do Sistema Fiep.

            Além do concurso de HQs, o Colégio Sesi da Indústria convida pais e alunos para participarem de uma live com a cientista e youtuber Mila Laranjeira, do canal Peixe Babel. O evento será gratuito, dia 26 de fevereiro, às 10h15 e tratará sobre a jornada de Mila e da participação das mulheres na carreira STEAM.

Os estudantes interessados no concurso de HQs “Mulheres na Ciência” podem se inscrever aqui: www.bit.ly/3d1KvoB, até o dia 21 de março. Já os interessados na live com a cientista Mila Laranjeira podem se inscrever na live aqui: www.bit.ly/2YXrScT.

SOBRE O COLÉGIO SESI DA INDÚSTRIA

Fundamentado em metodologias de ensino inovadoras, o Colégio Sesi da Indústria conta com Oficinas de Aprendizagem que possibilitam a imersão do aluno em desafios reais, desenvolvendo habilidades como autonomia, criatividade e trabalho em equipe. A instituição também oferece programas voltados ao aperfeiçoamento e progresso dos estudantes, como incentivo à preparação para o ENEM, iniciação científica, atividades extracurriculares e formação profissional, formando cidadãos engajados e preparados para o mercado de trabalho.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva.

Da Assessoria