Idosos votam na primeiras horas da manhã na Vila Paulista

A movimentação no Colégio Estadual Atílio Fontana, na Vila Paulista, neste domingo (15), começou bem cedo. Logo que os portões abriram para o início da votação, a fila já estava chegando na esquina. No portão, um cartaz reforça os protocolos sanitários para evitar a propagação do novo coronavírus (Covid-19) como o uso de máscara, a higienização das mãos com álcool em gel e o distanciamento.

O administrador do prédio Alex Sandro Alves comenta que, mesmo com as orientações e os avisos, ainda apareceram eleitores sem a máscara. “Nós pedimos que esses retornem para casa buscar a máscara, porque não tem acesso ao Colégio sem a máscara e não adianta insistir no portão. Nós estamos pensando na saúde do coletivo”.

A aposentada Maria Bertoni Hildebrand, de 65 anos, acordou cedinho para votar. “Apesar da fila encontrei o Colégio organizado, as seções numeradas e está tranquilo”. Preocupada com a sua saúde, dona Maria foi votar com todos os cuidados necessários. “Eu trouxe a minha máscara e a minha caneta. Tem que ter cuidado né, as ‘coisas’ não estão bonitas. Mas eu já votei e cumpri o meu papel de cidadã e agora vou para a casa cuidar do meu serviço”.

 

MOVIMENTAÇÃO – O Colégio Estadual Atílio Fontana é um dos três maiores colégios eleitorais de Toledo, com aproximadamente 4.200 eleitores. Com o agrupamento das seções estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), alguns locais de votação ficaram com o dobro de eleitores.

“Aqui no Atílio Fontana algumas seções acabaram ficando com 500 eleitores e isso, em determinado momento do dia, pode gerar um tumulto pelo grande número de votantes. Por isso, estamos desenvolvendo um trabalho para direcionar os idosos da melhor forma possível e gerar a menor fila possível”, conclui o administrador do prédio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *