Abel Ferreira critica atuação do Palmeiras: “Temos de ser mais humildes”

O técnico Abel Ferreira distribuiu críticas à postura do time do Palmeiras após a derrota, por 2 a 0, neste sábado à noite, em Porto Alegre, no Beira-Rio, diante do Internacional, pelo Campeonato Brasileiro.

A preocupação do treinador português foi chamar a atenção do grupo e mexer com o brio dos atletas para que a motivação seja grande para o jogo de quarta-feira, no Allianz Parque, frente ao América-MG, no duelo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

“Temos de ser sempre humildes, temos que entrar com um ritmo forte nos jogos. Jogamos com um time com qualidade individual e que jogou bem, administraram o ritmo de jogo. Mas temos que entender e dar a volta nisso”, disse o treinador palmeirense.

“No primeiro tempo, fomos lentos com a circulação da bola, devíamos ser mais rápidos e sabemos fazer isso. Eles fizeram o gol no escanteio, mas não podemos conceder o escanteio dessa forma”, continuou Abel. “O adversário deixou um ritmo lento, não gosto desse tipo de jogo. Por isso a importância da eficácia nesses tipos de jogos, porque não são muitas oportunidades. Tivemos chances. Depois de ter arriscado tudo, porque perder não nos interessa, acabamos sofrendo um gol no contra-ataque. Primeiro tempo equilibrado, entramos muito bem no segundo, podíamos ter feito nas poucas que criamos, mas o adversário foi eficaz.”

O treinador exige que o Palmeiras seja totalmente diferente na partida decisiva frente ao América-MG. “Jogo importante para nós, a equipe que eliminou o Inter, o Corinthians, é muito organizada. É uma equipe que sabe o que faz, não está na semifinal por acaso. Temos que respeitar 100% nossos adversários, mas somos o Palmeiras e queremos passar de fase. Vamos nos preparar para isso.”