Alemanha empata, França e Inglaterra vencem e Haaland encerra jejum pela Noruega

A quarta-feira com oito amistosos entre seleções europeias preparatórios para a disputa da Eurocopa, que começa na próxima semana, teve vitórias de França e Inglaterra, tropeço de Alemanha e Holanda e o fim do jejum de gols do artilheiro Haaland pela sua seleção, a Noruega.

Em Nice, a França viu Benzema perder um pênalti em seu retorno à equipe após quase seis anos. Mas o gol não fez falta, já que os franceses passaram com tranquilidade por País de Gales, por 3 a 0, e jogaram à altura de um favorito ao título da Eurocopa.

O atacante do Real Madrid não marcou, mas jogou bem e ajudou no triunfo, construído com gols de três atacantes: o astro Mbappé, Griezmann e Dembélé, dupla do Barcelona. Os galeses tiveram Neco Williams expulso ainda no primeiro tempo. Gareth Bale teve atuação discreta.

Quem também venceu foi a Inglaterra, com dificuldade, no entanto. Os ingleses derrotaram a Áustria por 1 a 0, em Middlesbrough. Bukayo Saka, jovem atacante do Arsenal de 19 anos, garantiu a vitória em casa.

No fim, o lateral-direito Alexander-Arnold deixou o gramado mancando, causando preocupação para o técnico Gareth Southgate, que não pôde contar com Chilwell, James, Mount, Stones, Walker, Foden e Sterling, atletas que estiveram em campo no último sábado pela final da Liga dos Campeões.

Na Áustria, Alemanha e Dinamarca empataram por 1 a 1. A seleção comandada por Joachim Löw, que deixará o cargo após o fim da Eurocopa e será substituído por Hansi Flick, foi superior, criou mais oportunidade, mas parou na trave duas vezes, com Gnabry e Kimmich. Neuhaus e Poulsen marcaram os gols do confronto, ambos no segundo tempo.

Outra seleção a empatar foi a Holanda, que ficou no 2 a 2 com a Escócia. O atacante Depay brilhou ao balançar as redes duas vezes e salvou os holandeses do revés, já que os escoceses, com gols de Hendry e Nisbet, iam vencendo a partida até os 44 gols.

No estádio La Rosaleda, em Málaga, na Espanha, Haaland garantiu o triunfo da Noruega por 1 a 0 sobre Luxemburgo com um gol aos 47 minutos do segundo tempo e deu fim à seca de quarto partidas sem balançar as redes pela seleção de seu país, que não se classificou para a Eurocopa.

O astro do Borussia Dortmund, disputado pelos principais clubes da Europa em função de seu desempenho nas últimas temporadas, havia passando em banco na última partida pela Liga das Nações, contra a Irlanda do Norte, e nos três primeiros jogos das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2022, diante de Gibraltar, Turquia e Montenegro.