Algoz do Cruzeiro, atacante do CSA é alvo de racismo: ‘Macaco’

Após provocar a torcida do Cruzeiro com o famoso meme “Fala, Zezé” durante a vitória do CSA por 2 a 1 sobre os mineiros, o atacante Iury Castilho, do clube alagoano, foi alvo de ataques racistas na web.

O criminoso, primeiro, chamou Iury Castilho de “macaco” e “preto filho da p…”. Não satisfeito, ele ainda mandou um áudio ao atacante do CSA.

“Macaco, filho da égua. Respeita, respeita, ô, desgraçado. Filho da p…, o c… preto da sua mãe, seu c…, filho da p…, arrombado, desgraçado, preto f…, filho da p… Vai tomar no seu c…, desgraçado, macaco”, diz o áudio enviado pelas redes sociais. O perfil do homem foi apagado pouco tempo depois. Iury Castilho compartilhou tudo em suas redes sociais.

Vale lembrar que, na semana passada, o Brusque foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de três pontos depois de um conselheiro do clube praticar racismo contra o meia do Londrina, Celsinho, em jogo válido pela 21ª rodada da Série B.