Alonso recebe alta hospitalar quatro dias após acidente ciclístico na Suíça

Três dias após passar por uma cirurgia bem-sucedida na mandíbula superior por conta de um acidente de bicicleta, o espanhol Fernando Alonso recebeu alta hospitalar nesta segunda-feira e foi liberado para continuar sua recuperação em casa. A informação foi divulgada pela Alpine, a sua equipe na Fórmula 1.

Alonso foi levado a um hospital em Berna, na Suíça, após ser atropelado por um carro na cidade de Lugano, na última quinta-feira, quando pedalava. Ele permaneceu em observação por 48 horas depois da cirurgia e, como tudo ocorreu bem, recebeu alta do hospital para concluir a recuperação em sua residência. O espanhol também quebrou alguns dentes, mas esteve sempre consciente.

“Ele vai agora ter um curto período de descanso completo antes de retomar progressivamente os treinos para se preparar para o início da temporada”, comunicou a Alpine. “Como sempre, obrigado pelos votos de recuperação ao Fernando”, acrescentou a escuderia.

A equipe já havia dito na sexta-feira que se espera que Alonso esteja totalmente recuperado para a nova temporada, enquanto o próprio piloto publicou em suas redes sociais que estava “OK e ansioso para começar 2021”.

Os testes de pré-temporada começam no Circuito Internacional do Bahrein, em Sakhir, em

12 de março e a primeira corrida também será realizada na pista em 28 de março. A expectativa da Alpine é de contar com Alonso nos testes e no GP inaugural do próximo campeonato.

O espanhol de 39 anos soma 32 vitórias na Fórmula 1, com 97 pódios. Ele fará seu retorno à categoria em 2021, após deixá-la no fim do campeonato de 2018, pela McLaren. O piloto realizou testes no fim de 2020.

Alonso conquistou seus dois títulos mundiais com a equipe que levava o nome da montadora francesa Renault, tendo passado a se chamar Alpine para a disputa da próxima temporada. A escuderia vai revelar seu novo carro para a temporada 2021, o Alpine A521, em evento de lançamento marcado para o início de março.