América-MG goleia o Vitória, se mantém na liderança e está muito perto do acesso

Só uma catástrofe tira o acesso do América-MG. Ainda que não seja matematicamente, o time comandado pelo técnico Lisca está virtualmente na elite do Campeonato Brasileiro depois da goleada sobre o desesperado Vitória por 4 a 0, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 33.ª rodada da Série B.

Invicto há oito jogos, o América-MG emplacou a terceira vitória seguida e se manteve na liderança com 66 pontos. O time ainda pode ser alcançado pela Chapecoense, mas continuará na frente por conta do número de vitórias.

Por outro lado, o Vitória chegou ao quarto jogo seguido sem um resultado positivo e está na beira da zona de rebaixamento, em 16.º lugar. O time baiano tem 37 pontos, um a mais que o Figueirense.

O Vitória surpreendeu começando a partida com uma postura ofensiva e fazendo o goleiro Matheus Cavichioli trabalhar em chutes de Léo Ceará e Caíque Souza. Aos poucos, porém, o América-MG foi controlando a partida até abrir o placar aos 20 minutos em cabeçada de Rodolfo após cruzamento de Ademir.

Na luta contra o rebaixamento, o Vitória sentiu demais o gol. Felipe Augusto só não ampliou porque o goleiro César defendeu. Aos 39 minutos, no contra-ataque, Sávio foi derrubado por Guilherme Rend dentro da área. O zagueiro Messias soltou a bomba no meio e ampliou.

O segundo tempo foi bastante tranquilo para o América-MG, que foi empilhando chances criadas com Sávio, Felipe Augusto e Rodolfo. Até que, aos 42 minutos, Neto Berola aproveitou rebote de César e fez o terceiro. Três minutos depois, Berola tabelou com Gustavinho e mandou no ângulo, dando números finais à partida.

O América-MG volta a campo nesta terça-feira contra o Náutico, às 19h15, no estádio dos Aflitos, no Recife. Na quarta, o Vitória enfrenta o Avaí, às 19 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Os jogos serão válidos pela 34.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 4 x 0 VITÓRIA

AMÉRICA-MG – Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson Jesus e Sávio; Zé Ricardo, Juninho (Gustavinho) e Alê (Geovane); Ademir (Léo Passos), Rodolfo (Lohan) e Felipe Augusto (Neto Berola). Técnico: Lisca.

VITÓRIA – César; Leandro Silva (Léo), Wallace Reis, João Victor e Rafael Carioca (Jordy Caicedo); Fernando Neto, Guilherme Rend (Matheus Frizzo), Lucas Cândido (Leocovick) e Thiago Lopes; Ewandro (Caíque Souza) e Léo Ceará. Técnico: Rodrigo Chagas.

GOLS – Rodolfo, aos 20, e Messias (pênalti), aos 39 minutos do primeiro tempo; Neto Berola, aos 42 e aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Léo e Guilherme Rend (Vitória).

ÁRBITRO – Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).