Após dispensar Paulo Fonseca, Roma anuncia contratação do português José Mourinho

Sai um treinador português e entra outro em seu lugar. Nesta terça-feira, horas depois de anunciar a dispensa de Paulo Fonseca, que ficará no comando somente até o final desta temporada, a direção da Roma anunciou a contratação de José Mourinho, que estava sem emprego há duas semanas, quando foi demitido do Tottenham, da Inglaterra.

O anúncio da contratação foi feita nas redes sociais. “O clube tem o prazer de anunciar que um acordo foi alcançado com José Mourinho para que ele se torne nosso novo treinador antes da temporada 2021-22”, disse a Roma em seu Twitter. O diretor esportivo Tiago Pinto já comentou a chegada do técnico português e está “extremamente convencido de que o treinador é a escolha perfeita para o projeto a curto e longo prazo”.

Nas primeiras declarações dadas nos canais oficiais da Roma, José Mourinho, que assinou um contrato válido até junho de 2024, mostrou-se grato pela oportunidade. “Agradeço à família Friedkin por me escolher para liderar este grande clube e por fazer de mim parte da sua ideia. Após me encontrar com os proprietários e com Tiago Pinto, percebi imediatamente quão elevadas são as expectativas deste clube”, disse o treinador.

“Esta ambição e esta vontade são as mesmas que sempre me motivaram e, juntos, queremos construir um caminho vencedor nos próximos anos. A paixão incrível dos torcedores da Roma me convenceu a aceitar este emprego e mal posso esperar por começar”, acrescentou.

José Mourinho fez, ainda, questão de deixar uma mensagem ao antecessor e compatriota Paulo Fonseca: “Desejo-lhe a melhor das sortes e peço à comunicação social que perceba que apenas irei prestar declarações no devido momento. Vamos Roma!”, finalizou o técnico.

A contratação pela Roma marca a volta de José Mourinho ao futebol italiano, já que comandou a Internazionale entre 2008 e 2010, sagrando-se bicampeão do Campeonato Italiano e conquistando uma Liga dos Campeões da Europa, além de uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália.

O treinador português foi demitido do Tottenham no último dia 19. O anúncio aconteceu após três tropeços seguidos do clube de Londres no Campeonato Inglês – diante de Newcastle (empate), Manchester United (derrota) e Everton (empate). A sua passagem começou em 2019 – foi escolhido para suceder o argentino Mauricio Pochettino e tinha contrato até junho de 2023. Quatro membros da atual comissão técnica também foram dispensados.