Após morte de ex-namorada, Boateng volta a Munique e não joga decisão do Mundial

O zagueiro alemão Jérôme Boateng está fora da decisão do Mundial de Clubes da Fifa que o Bayern de Munique jogará nesta quinta-feira contra o Tigres, do México, em Doha, no Catar. O defensor foi liberado pelo clube nesta quarta para voltar a Munique, na Alemanha, após o anúncio da morte de sua ex-namorada, a modelo Kasia Lenhardt.

“Jérôme Boateng regressará a Munique antes da final por motivos pessoais”, disse o técnico Hans-Dieter Flick, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, confirmando o comunicado oficial divulgado pelo Bayern de Munique horas antes.

Lenhardt, de 25 anos, foi encontrada morta em seu apartamento em Berlim na última terça-feira. A modelo e Boateng namoraram por 15 meses e romperam o relacionamento no último dia 2, em meio a acusações de chantagem e traições. Ela descreveu o ex-namorado como “o demônio” e disse que se pronunciaria e revidaria as acusações uma vez que estivesse recuperada do término.

Boateng foi o primeiro a se pronunciar sobre o fim do relacionamento, logo após a modelo destruir seu carro em uma batida em Berlim. Na ocasião, traços de álcool foram encontrados no sangue dela. No anúncio, o zagueiro afirmou que iria “assumir a responsabilidade e agir em interesse da família”. Ele também pediu desculpas à sua família, sua ex-mulher e aos três filhos deles.

A morte da modelo foi confirmada por uma amiga, que postou uma homenagem nas redes sociais. “Descanse em paz. Eu vou sentir sua falta e adoraria ter me despedido. Eu espero que você encontre paz e que a verdade apareça, eu sei o quanto você queria que isso acontecesse”, escreveu.