Ariel Cabral supera marca na reestreia e promete dar o melhor ao Cruzeiro

Mais uma vez o Cruzeiro teve um jogador expulso e novamente deixou o campo derrotado. Para o experiente Ariel Cabral, a derrota saiu num lance ocasional, num chute de longe e que surpreendeu o goleiro Fábio. O argentino completou 189 jogos pelo clube, superando a marca de Arrascaeta, com 188, como o jogador estrangeiro com mais atuações com a camisa da Raposa, onde está desde 2015.

“Estou muito feliz aqui, bem como minha família. Quero mostrar a minha melhor forma. Vamos continuar trabalhando duro porque sabemos que podemos ir muito além”, disse o volante, que entrou no segundo tempo com a missão de segurar o resultado, até então empatado por 1 a 1.

Foi a reestreia do jogador pela equipe mineira. Ele foi emprestado ao Goiás na reta final da temporada passada e voltou ao Cruzeiro em março deste ano. No entanto, não vinha sendo aproveitado pelo técnico Felipe Conceição, substituído pelo treinador Mozart Santos neste mês.

“Nós conseguimos controlar bem o jogo, tanto que o time deles não tinha chutado uma vez. Mas o rapaz acertou um chute muito forte e fez o gol da vitória deles” explicou. “É sempre complicado jogar com um a menos. Até fomos bem, mas não deu. Agora é pensar nos próximos jogos”, finalizou o volante de 33 anos.

O Cruzeiro ficou com um jogador a menos a partir dos 28 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Weverton dividiu de forma imprudente com Leandro Vilela, recebendo direto o cartão vermelho por sua violência.

A derrota também diminuiu a alegria de Felipe Augusto, que tinha empatado o jogo na parte final do primeiro tempo. “O campo estava pesado e, até, que nosso time de adaptou bem. Mas é duro jogador com um jogador a menos. Agora é continuar com muita humildade e trabalho”, analisou.