Arrasador, Brasil derrota a Sérvia pela Liga das Nações feminina de vôlei

Entrosada e forte em todos os fundamentos, a seleção brasileira feminina de vôlei não teve problemas para derrotar a Sérvia, por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 25/14 e 25/13, neste domingo, em Rimini, na Itália, pela primeira rodada da terceira semana da Liga das Nações. Foi a sexta vitória da equipe em sete partidas disputadas. O Brasil volta a jogar, nesta segunda-feira, às 16 horas, quando terá pela frente a Bélgica.

Com Macris, Tandara, Gabi, Garay, Carol, Gattaz e Brait na equipe titular, o Brasil chegou aos 18 pontos, em terceiro lugar na classificação, atrás apenas de Estados Unidos – equipe para a qual perdeu – e Turquia. As quatro seleções primeiras colocadas estarão na fase final da competição.

O primeiro ponto do jogo da Sérvia no contra-ataque serviu como um empurrão para a seleção brasileira, que não deu mais chances para as adversárias. Com um volume muito grande, o time do técnico José Roberto Guimarães logo abriu 12 a 7 e depois 18 a 8, com boa participação de Fê Garay. Atordoadas, as sérvias forçaram o saque, erraram e o time brasileiro fechou a primeira parcial.

O segundo set foi bastante semelhante e teve até o primeiro ponto da Sérvia. O Brasil, mais uma vez, não se abalou, conquistou pontos em todos os fundamentos e construiu mais uma vitória tranquila, com direito a ponto de Sheilla no fim.

Mayany, Adenízia e Dani Lins entraram como titulares para a disputa do terceiro set. E o time ficou arrasador, alcançando fácil o placar de 10 a 1. O relaxamento no final deixou as sérvias diminuírem para 15 a 10, mas sob a liderança de Sheilla a seleção retomou o ritmo e encerrou a partida.