Atletas comemoram o Dia Olímpico ressaltando resultados positivos e superação

O Dia Olímpico é comemorado neste 23 de junho e atletas brasileiros que já estão na história e/ou buscam novas conquistas na carreira, fazem questão de ressaltar seus feitos e a superação em suas determinadas modalidades.

Rafael Silva, dono de duas medalhas olímpicas de bronze, em Londres 2012 e Rio 2016, se sente um embaixador para os novos judocas que começam a despontar nos tatames representando as cores do Brasil.

Ao falar sobre a importância do Dia Olímpico, o judoca peso pesados diz que a resposta foi mudando ao longo dos anos. “A primeira coisa foi a realização de um sonho, que começou quando eu iniciei a prática esportiva”, lembra. “Depois, passei a acreditar que poderia ser possível ser um atleta olímpico. A partir daí, acreditei muito na possibilidade de trazer uma medalha olímpica para o meu país, e hoje ser um atleta olímpico significa ser um embaixador do esporte e do judô, poder cada vez mais demonstrar para as pessoas que os valores do esporte são importantes”, ressalta, orgulhoso, o Baby.

Palavras compartilhadas por Ana Marcela Cunha, ouro em Tóquio 2020 e imbatível na maratona aquática. “Para mim, é a concretização de um sonho, a certeza de ter chegado no mais alto nível de competitividade mundial pelos meus esforços, num trabalho conjunto de equipe, alcançando resultados de alta performance”, diz o maior nome da natação em águas abertas do País.

Arthur Nory é outro medalhista de bronze no Rio que continua defendendo as cores do País com entusiasmo e bons resultados. Em sua visão, a competitividade está no sangue de atleta e o dia festivo deve ser exaltado com orgulho.

“Ser atleta olímpico traz coisas muito maiores do que você pode sonhar. Ensina a ser resiliente, superar seus limites e correr atrás daquilo que você sonha”, afirma.

Palavras que inspiram a melhor brasileira do tênis de mesa na atualidade, Bruna Takahashi, a também buscar um pódio em Paris-2024. “Ser atleta olímpico é o reconhecimento de que todo seu esforço e dedicação valeram a pena. É o nível máximo de um atleta de alto rendimento”, conclui.