Atlético-MG goleia o Flamengo por 4 a 0 e assume a vice-liderança do Brasileirão

Com um início alucinante, ao marcar dois gols em apenas oito minutos, o Atlético-MG lavou a alma ao golear o Flamengo por 4 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. A partida foi válida pela 20.ª rodada.

A vitória encerrou um jejum de quatro jogos e fez o Atlético-MG chegar aos mesmos 35 pontos do Flamengo, mas passou na frente por causa do número de vitórias (11 contra 10). Quem comemorou foi o Internacional, que segue na liderança com 36. O time mineiro, porém, tem um jogo a menos do que seus principais concorrentes.

Além de perder a chance de assumir a ponta, o Flamengo foi goleado pela segunda rodada seguida. No último final de semana, o time levou 4 a 1 do São Paulo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Não é à toa que tem a segundo pior defesa do Brasileirão, com 29 gols sofridos em 20 jogos.

O início da partida fez jus às expectativas criadas. Réver cortou cruzamento de Filipe Luis e a bola sobrou para Éverton Ribeiro finalizar rente à trave. Aos cinco minutos, Savarino cruzou rasteiro para Eduardo Sasha, que se antecipou a Gustavo Henrique e mandou no canto de Hugo Souza, colocando o Atlético-MG na frente. Aos oito, em um contra-ataque, Savarino achou Keno livre de marcação dentro da área. O atacante dominou e bateu colocado, sem chances para o goleiro rubro-negro.

Abatido, o Flamengo só foi conseguir chegar com perigo aos 20 minutos em chute de Thiago Maia para fora, após bonito passe de primeira de Éverton Ribeiro. O Atlético-MG continuava sendo mais perigoso. Aos 30, Alan Franco finalizou e Hugo Souza espalmou. Cinco minutos depois, William Arão ficou com a sobra dentro da área após cobrança de escanteio e bateu nas mãos de Éverson. Na sequência, Natan cabeceou rente à trave do goleiro atleticano, que só observou.

A partida caiu de rendimento nos minutos finais do primeiro tempo. Apesar de ter mais posse de bola que o Atlético-MG, o Flamengo tinha muitas dificuldades para entrar na área adversária.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Pedro cabeceou e Éverson fez grande defesa. No rebote, com o gol aberto, Bruno Henrique finalizou no travessão. Parecia que a história iria mudar. A resposta do Atlético-MG veio em mais uma falha de Gustavo Henrique, que tentou tirar a bola e entregou para Keno. O atacante chutou forte por cima.

O Flamengo tentava a reação, mas levou um balde de água fria aos 14 minutos. Guilherme Arana cortou Thiago Maia e cruzou na medida para Eduardo Sasha completar de peixinho. A bola passou por baixo das pernas de Hugo Souza. O time mineiro só não marcou o quarto na sequência porque Sasha tentou por cobertura no goleiro e mandou para fora.

Aos 20 minutos, Isla cruzou e Pedro cabeceou para mais uma grande defesa de Éverson. O jogo era lá e cá. Savarino arriscou de fora da área e mandou por cima. Logo depois, Michael cruzou rasteiro e Lincoln bateu nas mãos do goleiro atleticano.

Em mais uma falha da defesa flamenguista, Zaracho recebeu passe preciso de Savarino e bateu na saída de Hugo Souza para fazer o quarto gol atleticano aos 37 minutos. O time mineiro ainda reclamou de um pênalti não marcado em Marrony nos acréscimos. Seria uma humilhação maior para o Flamengo sair de Belo Horizonte com 5 a 0 nas costas.

O Atlético-MG volta a campo no próximo sábado contra o Corinthians, às 19 horas, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 21.ª rodada do Brasileirão. No mesmo dia, o Flamengo recebe o Atlético Goianiense no Maracanã, mas nesta quarta-feira enfrenta o São Paulo, também no Rio de Janeiro, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 4 x 0 FLAMENGO

ATLÉTICO-MG – Éverson; Igor Rabello, Réver (Gabriel) e Junior Alonso; Guga (Zaracho), Allan (Dylan Borrero), Alan Franco e Guilherme Arana; Savarino, Keno (Marrony) e Eduardo Sasha (Bueno). Técnico: Jorge Desio (auxiliar).

FLAMENGO – Hugo Souza; Isla, Natan, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Thiago Maia (Michael), Willian Arão, Gerson e Éverton Ribeiro (Lincoln); Bruno Henrique e Pedro (Gabriel). Técnico: Domènec Torrent.

GOLS – Eduardo Sasha, aos 5, e Keno, aos 8 minutos do primeiro tempo; Eduardo Sasha, aos 14, e Zaracho, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Isla, Éverton Ribeiro e Thiago Maia (Flamengo); Dylan Barrero, Junior Alonso, Marrony, Guilherme Arana e Alan Franco (Atlético-MG).

ÁRBITRO – Sávio Pereira Sampaio (DF).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *