ATP confirma presenças de Djokovic, Nadal e Thiem na ATP Cup em Melbourne

Com um calendário diferente do tradicional neste início de 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus, as principais competições em janeiro e fevereiro serão disputadas na Austrália. Uma delas é a ATP Cup, torneio entre países que acontecerá entre os dias 1.º e 5 de fevereiro, em Melbourne, e servirá de preparação para o Aberto da Austrália. A lista oficial de participantes foi divulgada e nela está os principais tenistas da atualidade.

Três primeiros colocados no ranking da ATP, o sérvio Novak Djokovic, o espanhol Rafael Nadal e o austríaco Dominic Thiem estão confirmados e vão representar os seus países na busca pelo título da competição por equipes. A Suíça, de Roger Federer – que ainda se recupera de duas cirurgias no joelho direito e preferiu se poupar neste início de temporada -, não se inscreveu.

A edição de 2021 da ATP Cup, a segunda da história, terá 12 países na disputa. As equipes serão divididas em quatro grupos de três. O primeiro de cada grupo se classifica para a fase semifinal. O sorteio das chaves está marcado para o próximo dia 20.

A ATP Cup estreou no circuito profissional em 2020, como um concorrente informal da Copa Davis, com a diferença de que fornece pontos no ranking. A Sérvia conquistou o título ao bater a Espanha na decisão por 2 a 1. Em um desses jogos, Djokovic derrotou Nadal por 2 sets a 0 – com parciais de 6/2 e 7/6 (7/4).

Confira a lista de equipes e jogadores da ATP Cup:

Sérvia – Novak Djokovic, Dusan Lajovic, Filip Krajinovic e Nikola Cacic;

Espanha – Rafael Nadal, Roberto Bautista, Marcel Granollers e Pablo Carreño Busta;

Áustria – Dominic Thiem, Dennis Novak, Philipp Oswald e Tristan Weissborn;

Rússia – Daniil Medvedev, Andrey Rublev, Aslan Karatsev e Evgeny Dosnkoy;

Grécia – Stefanos Tsitsipas, Michail Pervolarakis, Markos Kalovelonis e Petros Tsitsipas;

Alemanha – Alexander Zverev, Jan-Lennard Struff, Kevin Krawietz e Andreas Mies;

Argentina – Diego Schwartzman, Guido Pella, Horacio Zeballos e Maximo Gonzalez;

Itália – Matteo Berrettini, Fabio Fognini, Simone Bolelli e Andrea Vavassori;

Japão – Kei Nishikori, Yoshihito Nishioka, Ben McLachlan e Toshihide Matsui;

França – Gael Monfils, Benoit Paire, Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin;

Canadá – Denis Shapovalov, Milos Raonic, Peter Polansky e Steven Diez;

Austrália – Alex de Minaur, John Millman, John Peers e Luke Saville