Aumento de casos de covid na Flórida adia GP de São Petersburgo para 25 de abril

O aumento de casos de coronavírus na Flórida causou o adiamento da abertura da temporada 2021 da IndyCar Series. O GP de São Petersburgo, previsto para 7 de março e que seria a primeira corrida do ano, foi adiado para 25 de abril. Com isso, a etapa de estreia será o GP do Alabama, em 11 de abril.

“Agradeço os pilotos, equipes, funcionários e, acima de tudo, os fãs por sua paciência e compreensão. Estou ansioso para dar as boas-vindas a todos no próximo GP Firestone de São Petersburgo”, disse Mark Miles, CEO da IndyCar. “Não é surpreendente que um evento desta magnitude, agendado para a primeira semana de março, ainda esteja sujeito às implicações da pandemia.”

Segundo relatórios apresentados pelas autoridades de saúde da Flórida, 15.431 novos casos de coronavírus foram diagnosticados na terça-feira, com 98 mortes. No total desde o início da pandemia, o estado já confirmou 1.392.123 de casos de covid-19, com 22.188 vítimas.

“Estamos satisfeitos por poder trabalhar com a administração de Rick Kriseman e a Green Savoree Racing Promotions para encontrar uma data mais adequada, o que ajuda a consolidar o início de nossa programação e nos permite permanecer na rede de televisão NBC”, concluiu Miles.

O GP de São Petersburgo também foi adiado no ano passado e acabou sendo disputado em 25 de outubro, fechando a temporada 2020, com vitória de Scott Dixon, campeão pela sexta vez da categoria mais importante de monopostos dos Estados Unidos.