Bahia busca classificação na Sul-Americana na Argentina para afastar má fase

Pressionado por conta da sequência ruim no Brasileirão, o Bahia busca a classificação às semifinais da Copa Sul-Americana para colocar um ponto final na má fase. Nesta quarta-feira, o time enfrenta o Defensa y Justicia, às 19h15, no Estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, na região metropolitana de Buenos Aires.

Depois de perder por 3 a 2 na Fonte Nova, na semana passada, o Bahia precisa ganhar por dois ou mais gols de vantagem para se classificar. A vaga só vem com uma vitória por diferença mínima se marcar pelo menos quatro vezes, pois o gol fora vale como critério de desempate.

Além de se manter vivo na disputa pelo título e embolsar R$ 4 milhões, o Bahia quer a classificação para diminuir a pressão sobre Mano Menezes. As quatro derrotas seguidas no Brasileirão deixaram o time na beira da zona de rebaixamento. Em relação ao jogo de ida, em Salvador, a principal novidade é a volta do volante Gregore, que estava suspenso.

“Temos que estar mais atentos para estar mais perto da classificação. É fazer os gols que não fizemos e, nos gols que tomamos, ter mais atenção. Não podemos tomar gols”, disse o volante Ronaldo.

Comandado pelo ex-atacante Hernán Crespo, que fez sucesso com as camisas de Parma, Lazio e Inter de Milão, o Defensa y Justicia entrou em campo no último domingo pela Copa Diego Maradona e ganhou do Union, de Santa Fé, mesmo sem seus principais jogadores.

Os titulares foram poupados por Crespo de olho justamente na partida contra o Bahia pela Copa Sul-Americana. A aposta é no atacante Braian Romero, que tem cinco gols marcados e na artilharia só está atrás de Gilberto, com seis.