Botafogo tenta desencantar fora de casa contra o Avaí para manter busca pelo G4

O Botafogo ainda não venceu como visitante na Série B do Campeonato Brasileiro. Mas se quiser seguir sua busca pelo G4 – zona de acesso – terá que desencantar e passar pelo Avaí neste sábado, às 21 horas, na Ressacada, em Florianópolis, pela nona rodada.

Com 11 pontos após ter derrotado o Vitória por 1 a 0, o clube carioca ostenta dois empates e duas derrotas como visitante. Aproveitamento de apenas 16,7%. Como se isso não bastasse, o rival Avaí vem de duas vitórias seguidas. Depois de ter feito 3 a 1 no Londrina, o clube catarinense chegou aos dez pontos.

No Botafogo, o técnico Marcelo Chamusca não poderá contar com Chay, suspenso. O volante Barreto e o meia Marco Antônio disputam vaga no meio-campo. O esquema 4-3-3 vai ser mantido podendo ser mais defensivo com Barreto ou mais aberto com Marco Antônio.

Já o lateral-direito Daniel Borges e o atacante Diego Gonçalves agradaram e continuam no time titular. O zagueiro Joel Carli segue fora por conta de uma lesão na coxa direita. “Se durante a competição, nos jogos que a gente não tiver e não conseguir se sobrepor ao adversário, nós conseguirmos o resultado pelo espírito e pela transpiração, para mim está ótimo. Em uma competição de 38 rodadas, você dificilmente vai conseguir ter uma imposição em todos os jogos. Por uma série de aspectos”, disse Chamusca.

No Avaí, o técnico Claudinei Oliveira terá seus principais jogadores à disposição e poderá repetir mais uma vez o time que tem atuado. “O time ideal é o que a gente escolhe para cada jogo. Estamos mostrando a força do nosso grupo e escolhendo o ideal para cada partida. Fizemos três jogos seguidos com a mesma equipe e vencemos dois. Aos poucos, eles vão se entrosando. Estou muito satisfeito com todos. O jogador que entra é tão importante quanto aquele que começa.”