Çalhanoglu e Theo Hernández são diagnosticados com covid-19 e desfalcam o Milan

Destaques do Milan nesta temporada, o meio-campista turco Hakan Çalhanoglu e o lateral-esquerdo francês Theo Hernández testaram positivo para a covid-19 e vão desfalcar o time por, pelo menos, os próximos dois jogos. Os dois já estão afastados para cumprir o período de isolamento.

Em nota, o Milan comunicou que informou os casos às autoridades sanitárias e que “os dois jogadores, assintomáticos, foram imediatamente colocados em quarentena domiciliar”. Além disso, afirmou que “todos os demais jogadores e staff continuarão sendo acompanhados de perto de acordo com as indicações dos protocolos em vigor”.

Com mais dois jogadores infectados, o Milan passa a ter quatro atletas afastados por coronavírus. Os outros dois são o meio-campista bósnio Rade Krunic e o atacante croata Ante Rebic, que contraíram a doença no dia 6 deste mês. A dupla, porém, está próxima de voltar aos gramados.

O outro desfalque para o duelo desta segunda-feira, contra o Cagliari, pela 18ª rodada do Campeonato Italiano, é o atacante português Rafael Leão, que está suspenso. Por outro lado, o astro Zlatan Ibrahimovic se recuperou de lesão muscular recentemente e deve ser titular pelo segundo jogo seguido.

A equipe rossonera soma 40 pontos e lidera a liga italiana com três de vantagem para a vice-líder Inter de Milão, que faz o clássico com a Juventus neste domingo. O time do astro Cristiano Ronaldo aparece no quinto lugar na tabela de classificação, com 33 pontos.