Candidatos ligados ao esporte decepcionam em eleições municipais

Para o mundo do esporte, a eleição municipal em 2020 é para ser esquecida. Ex-jogadores e dirigentes tentaram aproveitar a popularidade obtida no esporte para serem eleitos no cargo de prefeito ou vereador, mas a maioria fracassou. Casos, por exemplo, de Marcelinho Carioca e Ademir da Guia, no futebol; Tiffany, no vôlei; e Popó, no boxe. Mas há quem tenha tido êxito, como Alexandre Kalil e Marcos Braz.

Entre os que tentaram o cargo de prefeito estão o ex-nadador Luiz Lima, no Rio de Janeiro, e o ex-judoca João Derly, em Porto Alegre. O ex-lutador de boxe, Popó, saiu como vice de Celsinho Cotrim, em Salvador, e também não teve sucesso. Entre os candidatos a vereador em São Paulo, estão os ex-jogadores de futebol Marcelinho Carioca, Dinei e Ademir da Guia, e a medalhista olímpica no salto em distância Maurren Maggi.

Todos os candidatos ligados ao esporte ficaram como suplentes. Ele poderão se tornar vereadores caso algum eleito não assuma ou deixe o cargo, mas mesmo assim, a uma lista por partido e eles não serão a primeira opção, necessariamente. Casos, por exemplo, dos ex-jogadores de futebol Carlinhos Bala (em Recife) e Paulo Rink (em Curitiba). A jogadora de vôlei Tifanny, em Bauru, e o ex-jogador de vôlei Rodrigão ficarão no “banco de reservas” em Praia Grande.

Uma das exceções é o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD). O ex-presidente do Atlético-MG foi reeleito ainda no primeiro turno com 784.307 votos (63,36%), mas vale ressaltar que ele vem de uma reeleição, então sua popularidade como dirigente do Atlético-MG pode não ter pesado tanto como na eleição passada. Outro eleito é Marcos Braz (PL), vice diretor de futebol do Flamengo. Ele teve 40.938 votos.

Confira abaixo os candidatos à prefeituras:

Acelino Popó Freitas (Pros): ex-lutador de boxe – 1.578 votos – Salvador

João Derly (Republicanos): ex-judoca – 19.004 votos – Porto Alegre

Eduardo Bandeira de Melo (Rede): ex-presidente do Flamengo – 65.296 votos – Rio de Janeiro

Luiz Lima (PSL): ex-nadador – 180.336 votos – Rio de Janeiro

Fred Luz (Novo): ex-dirigente do Flamengo – 46.246 votos – Rio de Janeiro

Marco Antônio Lage (PSB): ex-dirigente do Cruzeiro – 33.141 votos – Itabira (MG) 2ª turno (sub judice)

Candidatos a vereador:

Carlinhos Bala (PP): ex-jogador de futebol – 1.884 votos – Recife

Serginho (PV): ex-jogador de vôlei – 1.829 votos – Belo Horizonte

Paulo Rink (PL): ex-jogador de futebol – 1.607 votos – Curitiba

Reginaldo Hollyfield (DEM): ex-lutador de boxe – 1.120 votos – Salvador

Rodrigão (PSDB): ex-jogador de vôlei – 997 votos – Praia Grande

Chico do Judô (PSD): presidente da FPJ – 948 votos – Mauá

Sandro Viana (PP): ex-velocista – 517 votos – Manaus

Nonato (Avante): ex-jogador de futebol – 409 votos – Belo Horizonte

Ana Amorim (Patriotas): ex-jogadora de handebol – 381 votos – Blumenau

Adriano Gabiru (PMB): ex-jogador de futebol – 283 votos – Curitiba

Tifanny (MDB): jogadora de vôlei – 266 votos – Bauru

Odvan (MDB): ex-jogador de futebol – 228 votos – Campos dos Goyatacazes

Marta de Souza (Patriota): ex-jogadora de basquete – 96 votos – Santo André

Sérgio Araújo (Avante): ex-jogador de futebol – 81 votos – Belo Horizonte

Marcelinho Carioca (PSL): ex-jogador de futebol – 7.571 votos – São Paulo

Maurren Maggi (DEM): ex-salto em distância – 6.226 votos – São Paulo

Marcelo Aparecido de Souza (DEM): árbitro de futebol – 4.251 votos – São Paulo

Diego Hypolito (PSB): ex-ginasta – 3.783 votos – São Paulo

Dinei (Republicanos): ex-jogador de futebol – 2.956 votos – São Paulo

Kelly (PTB): jogadora de basquete – 464 votos – São Paulo

Candidato a vereador não eleito (sub judice):

Ademir da Guia (MDB): ex-jogador de futebol – 744 votos – São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *