Cano marca duas vezes, Vasco vence Sport e quebra jejum de nove rodadas

Depois de nove rodadas, o Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. O time carioca foi até a Ilha do Retiro, no Recife, e venceu o Sport, por 2 a 0, neste sábado à tarde, pela 21ª rodada. Os dois gols da vitória foram marcados pelo argentino German Cano, que também cumpria jejum de dois meses, e agora aparece na artilharia com nove gols.

Este resultado foi importante para o Vasco na sua luta contra o rebaixamento. Atingiu os 22 pontos, enquanto a equipe pernambucana, que sofreu sua quinta derrota em casa, continua com 25 pontos.

Mesmo adotando o esquema com três zagueiros, o técnico português Ricardo Sá Pinto manteve também o Vasco com três atacantes – Benitez, German Cano e Talles Magno – e quatro homens na segunda linha, de meio-campo. A orientação era explorar a velocidade pelas beiradas do campo para chegar em condições de finalização no ataque.

O plano de jogo funcionou bem diante do Sport, que embora tivesse muitos jogadores no meio-campo, não chegava ao ataque com perigo. Até teve uma chance aos 17 minutos, num chute de virada de Leandro Barcia e que Fernando Miguel espalmou para escanteio.

Mas o Vasco chegou na frente com força e marcou aos 24 minutos. Léo Gil desceu em velocidade pelo lado esquerdo e fez o cruzamento em direção à área. German Cano, inteligente, flutuou e apareceu na frente de Adryelson para desviar com o pé direito para as redes.

O Sport perdeu chance aos 46 minutos, quando a defesa vascaína tentou fazer a linha de impedimento e Thiago Neves apareceu sozinho na pequena área. Mas ele pegou por baixo da bola e chutou por cima do travessão. No lance seguinte, quase que o Vasco ampliou com um chute cruzado de Léo Matos que o goleiro Mailson defendeu ao esticar a perna direita.

O Sport voltou no segundo tempo com o atacante Mikael no lugar do meia Jonatan Gomez, na tentativa de deixar o ataque mais forte. Mas sofreu o segundo gol aos nove minutos. Neto Borges, pelo lado esquerdo, cruzou e Cano apareceu nas costas de Adryelson para de carrinho empurrar para as redes. O auxiliar Thiago Americano Labes assinalou impedimento, mas o VAR confirmou a legalidade do lance, confirmado pelo árbitro Héber Roberto Lopes.

O Sport ainda teve uma boa chance para diminuir aos 18 minutos, quando Marquinhos recebeu a bola na grande área e chutou cruzado. A bola saiu do lado da trave esquerda de Fernando Miguel, que só olhou a trajetória da bola.

Depois disso, o técnico Jair Ventura ainda tentou colocar seu time no ataque com a entrada do centroavante Hernane Brocador na vaga do meia Thiago Neves. Era tarde para tentar uma reação, porque o sistema de marcação vascaíno funcionou bem e não deu chances ao adversário.

O Sport agora vai enfrentar o Atlético-GO, no dia 23, de novo no Recife. O Vasco vai ter dois jogos nesta semana. Na quinta-feira recebe o Fortaleza em São Januário, em jogo atrasado, e no domingo pega o São Paulo no Morumbi pela 22ª rodada.

FICHA TÉCNICA

SPORT 0 X 2 VASCO

SPORT Mailson; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Sander; Márcio Araújo (Júnior Tavares), Ricardinho (Marquinhos), Lucas Mugni, Jonatan Gomez (Mikael) e Thiago Neves (Hernane); Leandro Barcia.

VASCO Fernando Miguel; Werley (Jadson), Marcelo e Ricardo; Léo Matos (Vinícius), Léo Gil, Andrey e Neto Borges; Benetiz (Yago Pikachu), German Cano (Tiago Reis) e Talles Magno (Gustavo Torres). Técnico: Ricardo Sá Pinto.

GOLS German Cano aos 24 minutos do primeiro tempo e aos nove minutos do segundo.

ÁRBITRO Héber Roberto Lopes (SC).

CARTÕES AMARELOS – Tiago Reis e Andrey (Vasco)

RENDA E PÚBLICO Jogo sem torcida.

LOCAL Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *