Com apoio da torcida, Verstappen crava pole do GP da Áustria e Norris surpreende

Uma semana após brilhar com pole position e vitória de ponta a ponta no GP da Estíria, em Spielberg, Max Verstappen voltou a brilhar na tomada de tempo no mesmo circuito. O líder do Mundial cravou a pole para o GP da Áustria, mesmo errando em sua última volta, com o surpreendente Lando Norris largando em segundo com a McLaren. Sérgio Perez completa o Top 3 com o outro carro da Red Bull Racing. O líder do Mundial teve enorme incentivo das arquibancadas lotadas com torcedores vestindo laranja e fez 1min03s720.

Disposto a melhor seu desempenho no circuito caseiro da Red Bull, a Mercedes só conseguiu os quarto e quinto tempos, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, respectivamente. Festa grande para George Russell, em nono com a instável Williams.

Foi a sétima pole position da carreira de Verstappen, a quinta do ano. “Estou feliz, mesmo que a volta não tenha sido boa”, afirmou o holandês. “É bom duas poles seguidas aqui, agora é tentar finalizar amanhã”, enfatizou, prevendo dificuldades extras com pneus mais moles. “Será mais difícil de controlar na corrida, mas vamos focar e tentar vencer, pois nunca é tão simples.”

Se Verstappen estava com cara de poucos amigos pelo erro na volta final, Norris era só sorrisos. Desde 2012, no Brasil, a McLaren não largava na primeira fila. “Fui muito bem, depois da última corrida eu queria dar um passo acima e dei dois. Melhor volta que eu fiz na vida”, afirmou o inglês, apenas 0s58 atrás do holandês.

O Q1 começou com os carros da Haas na pista. A pior equipe da competição buscava um milagre de passar para o Q2. Mick Schumacher foi o primeiro a sair para o classificatório. Logo atrás, Nikita Mazepin. A volta de ambos foi bem ruim e eles formam a última fila.

Verstappen saiu do box e a festa laranja das arquibancadas era impressionante. O líder do Mundial tinha muitos fãs no autódromo da Red Bull. Foi logo cravando 1min04249, em bela volta e melhor tempo do fim de semana. Sem o que fazer, Hamilton e Bottas ficaram par trás. Norris e Fernando Alonso impressionaram com segundo e terceiro tempos, respectivamente, após uma volta rápida.

Pierre Gasly errou na tomada de tempo, saindo da pista com sua AlphaTauri. Bottas também não foi bem na segunda tentativa ao “pisar” na zebra. Aniversariante do dia, comemorando os 34 anos, Sebastian Vettel se garantiu no Q2. Esteban Ocon, pela segunda corrida seguida, não conseguiu avançar. O companheiro de Alonso larga novamente em 17°.

Com pneu médio, Sérgio Perez saiu em primeiro para o Q2, em estratégia diferente da Red Bull. Fez 1min04s554 em seu melhor tempo do fim de semana. Restando 10 minutos, todos os demais carros foram à pista, com enorme tráfego. Mesmo assim, Verstappen foi ainda melhor, com 1min04s208.

A Mercedes “imitou” os pneus macios e não conseguiu brigar nem pelos três primeiros lugares na primeira tentativa. Hamilton era quinto e Bottas, o oitavo. Norris seguiu brilhando e Vettel surpreendeu, em quarto. Os dois carros da Ferrari estavam fora do Q3 após uma volta. Precisavam melhorar. Não conseguiram.

Verstappen baixou o tempo para 1min03s927 e Hamilton e Bottas subiram. Alonso foi prejudicado por Vettel e ficou só em 14°. Ficou muito bravo. Festa para George Russell, com Williams, no Top 10.

As equipes demoraram para ir à pista no Q3, abrindo mão dos cinco primeiros minutos do treino. Hamilton saiu com Verstappen logo atrás. Não conseguiu nem ultrapassar a marca de Norris e ainda viu o holandês “voar” para 1min03s720, tempo melhor que a pole no GP da Estíria, há uma semana nessa mesma pista.

Verstappen falhou na segunda tentativa, mas o tempo anterior foi suficiente para a pole. Norris quase o superou. E Hamilton e Bottas viram que a Mercedes não consegue mais acompanhar a Red Bull e precisa de superação.

Confira o grid de largada do GP da Áustria:

1º) Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min03s720

2º) Lando Norris (GBR/McLaren) – 1min03s768

3º) Sergio Perez (MEX/Red Bull) – 1min03s990

4º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – 1min04s014

5º) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min04s049

6º) Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) – 1min04s107

7º) Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri) – 1min04s273

8º) Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin) – 1min04s570

9º) George Russell (GBR/Williams) – 1min04s591

10º) Lance Stroll (CAN/Aston Martin) – 1min04s618

——————————————————

11º) Carlos Sainz (ESP/Ferrari) – 1min04s559

12º) Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1min04s600

13º) Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) – 1min04s719

14º) Fernando Alonso (ESP/Alpine) – 1min04s856

15º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 1min05s083

——————————————————

16º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – 1min05s009

17º) Esteban Ocon (FRA/Alpine) – 1min05s051

18º) Nicholas Latifi (CAN/Williams) – 1min05s195

19º) Mick Schumacher (ALE/Haas) – 1min05s427

20º) Nikita Mazepin (RUS/Haas) – 1min05s951