Com cinco desfalques, Coritiba faz duelo direto na briga contra o rebaixamento

Invicto há cinco jogos, mas vindo de três empates consecutivos, sendo o último, por 1 a 1, com o Grêmio, o Coritiba terá que superar desfalques se quiser manter a reação na luta contra o rebaixamento. E o duelo contra o Fortaleza nesta quinta-feira, às 18h30, na Arena Castelão, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro, será de seis pontos.

Afinal, o clube paranaense amarga a penúltima colocação com 28 pontos, enquanto o rival abre a zona do descenso, no 17.º lugar com 35 pontos. Para essa decisão, o técnico Gustavo Morínigo não contará com cinco jogadores. O atacante Neílton e o lateral-direito Jonathan, suspensos, além do zagueiro Sabino e dos atacantes Robson e Pablo Thomaz, que testaram positivo para a covid-19, estão fora.

“A motivação é que os jogadores são profissionais, têm amor próprio. Nós temos uma tarefa difícil, mas não impossível. Nunca é impossível. Tem que acreditar. Lamentavelmente, os resultados não nos acompanham. Isso, às vezes, pesa bastante, mas o único que podemos fazer é trabalhar, dar o máximo e acreditar partida a partida”, disse o técnico paraguaio.