Com lesão muscular, meio-campista Douglas Augusto é cortado da seleção olímpica

A seleção olímpica brasileira ganhou mais um problema em sua preparação para os Jogos de Tóquio, com estreia daqui 11 dias. O meio-campista Douglas Augusto foi cortado pelo técnico André Jardine, neste domingo, por causa de um estiramento muscular na coxa esquerda.

Não havia tempo hábil de reabilitação do jogador do PAOK, da Grécia, que havia sido convocado após a lista para os Jogos de Tóquio ser ampliada de 18 para 22 jogadores. Jardine chamará um novo nome para a vaga nas próximas horas.

A contusão de Douglas Augusto ocorreu no trabalho deste sábado. O volante deixou o treino, já nos minutos finais, reclamando de um incômodo na coxa. Foi encaminhado para a realização de exame de imagem, que constatou a lesão.

“O jogador foi liberado neste domingo e não embarca para Sérvia com o restante do grupo. André Jardine convocará novo atleta para a vaga deixada por Douglas nos próximos dias”, informou a CBF.

O volante é a segunda baixa da seleção olímpica desde o início da preparação final antes da estreia em Tóquio. O zagueiro Gabriel Magalhães, lesionado no joelho direito, havia sido substituído por Ricardo Graça.

A estreia da seleção brasileira, que está no Grupo D, ocorre no dia 22 de julho, no Yokohoma International Stadium, em reedição da final dos Jogos de 2016, contra a Alemanha. A partir das 8h30 (de Brasília). O Brasil ainda enfrentará Costa do Marfim, dia 25, e Arábia Saudita, dia 28.