Com time alternativo, Ceará empata na Bolívia e segue líder na Sul-Americana

Com um time repleto de jogadores reservas, o Ceará visitou o Bolívar e empatou por 0 a 0, no estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, em duelo válido pela terceira rodada do Grupo C da Copa Sul-Americana. O empate, obtido na noite desta quarta-feira, foi comemorado pelos brasileiros por ter sido assegurado na altitude de 3.600 metros da capital boliviana.

De olho na final da Copa do Nordeste, diante do Bahia, marcada para sábado, às 16 horas, em Fortaleza, o Ceará optou por entrar em campo com um time alternativo, poupando jogadores importantes, caso do artilheiro Vina. Por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, o time cearense poderá até empatar para ficará com o título.

Com este empate fora de casa, o Ceará segue na liderança do Grupo C, agora com cinco pontos. Mesma pontuação do segundo colocado Bolívar, mas em vantagem por ter melhor saldo de gols: 2 a 1.

Mesmo com o time alternativo, o Ceará fez um bom primeiro tempo fora de casa e poderia ter ido ao intervalo com vantagem no placar. Na melhor oportunidade do time, aos 10, Jael desviou de cabeça para Jorginho e o jogador finalizou por cima do travessão.

Mas o Bolívar conseguiu equilibrar as ações em campo e conseguiu pressionar o time brasileiro na busca pelo primeiro gol. E ele quase saiu aos 36 minutos, quando Sadilu foi lançado na área e cabeceou na trave do goleiro João Ricardo, já batido no lance.

No segundo tempo o nível técnico caiu drasticamente e os times não conseguiram manter o futebol criativo e ofensivo da primeira etapa. Sentiram a diferença causada pela altitude. Ainda assim o Ceará teve a oportunidade de ouro para abrir o placar em cobrança de pênalti, mas que Jael acabou mandando para fora aos 15 minutos.

Pressionado, o Bolívar passou a ser um pouco mais efetivo com a bola nos pés e arriscou mais para tirar o zero do placar. Porém, apenas com finalizações que acabaram saindo sem direção pela linha de fundo.

Contudo, quem voltou a ter a chance de balançar as redes foi o Ceará. Aos 45, Cléber roubou bola do goleiro e acabou finalizando na trave, com o placar sem gols persistindo até o apito final.

O Ceará voltará a campo na quarta-feira para enfrentar o Arsenal de Sarandí-ARG às 19h15, no Castelão, em Fortaleza. O Bolívar receberá o Jorge Wilstermann, também da Bolívia,às 21h30, novamente em La Paz.