Conmebol vai doar 20 mil doses de vacina contra a covid-19 para o Brasil

A Conmebol anunciou na noite desta terça-feira que irá doar ao Brasil 20 mil doses da vacina contra a covid-19 fabricada pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Ainda não foi definido quando os imunizantes chegarão ao País. A entidade sul-americana apenas disse que as vacinas serão enviadas “nos próximos dias”.

A Conmebol explicou que a doação é um “gesto de solidariedade ao povo brasileiro”, como parte do reconhecimento pelo Brasil ter aceitado sediar a Copa América às pressas, após as desistências de Colômbia e Argentina. A final do torneio, com a presença da seleção brasileira, será disputada no próximo sábado, no Maracanã.

De acordo com a Conmebol, das 20 mil doses doadas ao Brasil, pouco mais de 5 mil serão para pessoas ligadas ao futebol, enquanto a destinação do saldo remanescente será decidida pelo governo brasileiro.

Em abril deste ano, a Conmebol recebeu a doação de 50 mil doses da vacina do laboratório chinês Sinovac para que a entidade repassasse aos atletas que disputam torneios organizados por ela, seja entre seleções, como a Copa América, ou entre clubes, casos da Libertadores e da Sul-Americana.

Teve início em maio a campanha de vacinação de jogadores, treinadores, árbitros e auxiliares. Entre os brasileiros, Atlético-GO, Atlético-MG, Palmeiras e São Paulo aceitaram a oferta da Conmebol e foram ao Paraguai para vacinar seus atletas, membros da comissão técnica e funcionários.