Cuca gosta de apresentação do Santos, mas lamenta derrota: ‘Não fomos felizes’

O técnico Cuca achou uma injustiça a derrota do Santos para o Vasco, por 1 a 0, num jogo no qual sua equipe finalizou bastante a gol e, para ele, merecia melhor sorte. O tropeço impossibilitou os paulistas de encostarem no G4.

“O time finalizou bastante, 19 é um número alto, mas não fomos felizes”, lamentou Cuca. “O Fernando Miguel pegou umas três bolas difíceis e não tivemos a fortuna de fazer um gol. Tivemos controle do jogo, a posse de bola, mas não tivemos a eficácia para empatar. Foi mérito deles se fecharem bem e administrarem a vitória”, avaliou.

Apesar de Cuca usar o alto número de finalizações do Santos, poucas foram no alvo. Fernando Miguel trabalhou bem, realmente, mas apenas em dois lances. Foram somente cinco chutes no gol. O treinador, entretanto, acha que o jogo seria diferente caso sua equipe tivesse aberto o marcador.

“Tivemos chance até antes do Vasco de fazer o gol. A primeira foi nossa, depois tivemos uma com o Madson. Não entramos desligados”, garantiu. “O Vasco teve a oportunidade e fez o gol. Aí é outro jogo. Tem de martelar, ter paciência, jogar a bola de um lado pro outro, não dar contra-ataque…”

Cuca fez de tudo por um resultado positivo. Tirou defensores, colocou Soteldo, Marinho, um centroavante. Mas nada deu resultado, para sua tristeza. “Você tem a posse de bola, joga os meias, fizemos uma linha de quatro atacantes mais dois meias, só com Pituca por trás, mas não foi o suficiente. Trabalhamos bem as coisas no sentido de tentar achar o gol, mas não foi suficiente.”