Em 1ª temporada no Buccaneers, Tom Brady chega à 14ª final de conferência na NFL

Tom Brady segue fazendo história na NFL. Dono de seis Superbowls em nove edições com o New England Patriots, o experiente quarterback de 43 anos aceitou o desafio de reerguer o Tampa Bay Buccaneers. Em sua primeira temporada no novo time, está em sua 14ª final de conferência, sendo decisivo no confronto duro com o New Orleans Saints, no Mercedes-Benz Superdome.

A busca pelo 10° Superbowl da carreira será no próximo domingo, às 17h05, novamente fora de casa. Os Buccaneers enfrentarão o favorito Green Bay Packers, de Aaron Rogers, em Lamble Field, na decisão da Conferência Nacional.

Brady assinou contrato com o Buccaneers com bônus em caso de classificação aos playoffs e também caso conduzisse a equipe à decisão da conferência. Além, é claro, do título. Por cumprir as primeiras metas, já embolsou mais de R$ 18,5 milhões. Um terço apenas no jogo deste domingo.

A visita ao Saints não foi nada fácil, com três viradas no placar. Mas Brady levou a melhor no duelo dos quarterbacks com mais jardas e touchdowns da NFL. A derrota por 30 a 20 pode ter decretado a aposentadoria de Dew Brees.

Depois de chegarem com empate por 20 a 20 no quarto decisivo, Brady, que já havia lançado para dois TDs, foi decisivo. Após interceptação de Brees, os Buccaneers abriram 23 a 20. Novo erro e Brady definiu. Ele saltou para completar um ataque com o touchdown da vitória.

Além de gênio, Brady é um gentleman e fez questão de voltar ao campo após o jogo para um forte abraço em Brees. Aproveitou para brincar com um dos filhos do astro dos Saints, lançando um bola para touchdown do feliz garoto, que foi muito bem na recepção.