Em ano com poucos jogos, seleção feminina fecha 2020 em 8º no ranking da Fifa

Em um ano com poucas partidas disputadas por conta da pandemia do novo coronavírus, que paralisou o futebol por cerca de três meses e provocou o adiamento ou o cancelamento de inúmeras competições, a seleção brasileira feminina fechou 2020 na oitava colocação do ranking da Fifa, que teve a sua última atualização divulgada nesta sexta-feira.

Com 1.958 pontos, o time comandado pela técnica sueca Pia Sundhage está empatado com o Canadá no oitavo lugar. Em relação ao último ranking de 2019, o Brasil ganhou uma colocação. Neste ano, a seleção feminina entrou em campo em apenas cinco oportunidades, todas em partidas amistosas. Foram duas vitórias, dois empates e uma derrota.

O ano começou em março com a disputa do Torneio Internacional da França. O Brasil estreou com um empate sem gols contra a Holanda, perdeu na sequência por 1 a 0 para as donas da casa e ficou na igualdade por 2 a 2 contra o Canadá na despedida da competição amistosa. Com a pandemia, o time só voltou a campo no final de novembro e início de dezembro para dois amistosos contra o Equador, em São Paulo. Foram goleadas por 6 a 0, na Neo Química Arena, e 8 a 0, no estádio do Morumbi.

A liderança do ranking da Fifa continua com os Estados Unidos, atuais campeões do mundo, com 2.192 pontos. Agora são mais de 100 pontos a mais que a Alemanha, a vice com 2.091. Na sequência aparecem França, Holanda, Suécia, Inglaterra e Austrália na frente do Brasil. O Japão ganhou uma posição e completa a lista dos 10 primeiros colocados.

Confira o ranking feminino da Fifa:

1.º – Estados Unidos – 2.192 pontos

2.º – Alemanha – 2.091

3.º – França – 2.032

4.º – Holanda – 2.023

5.º – Suécia – 2.009

6.º – Inglaterra – 1.999

7.º – Austrália – 1.963

8.º – Brasil – 1.958

9.º – Canadá – 1.958

10.º – Japão – 1.937

11.º – Noruega – 1.932

12.º – Espanha – 1.919

13.º – Itália – 1.877

14.º – Dinamarca – 1.868

15.º – China – 1.867

16.º – Islândia – 1.826

17.º – Bélgica – 1.825

18.º – Coreia do Sul – 1.818

19.º – Suíça – 1.808

20.º – Áustria – 1.796