Em Campinas, Ponte Preta e Vasco se enfrentam por reabilitação na Série B

Ponte Preta e Vasco estrearam na Série B do Campeonato Brasileiro com derrota e agora se enfrentam neste domingo, às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela segunda rodada, visando somar os primeiros pontos na competição.

A Ponte Preta vem de derrota para o Brusque por 2 a 1, em Santa Catarina, num duelo em que o time esteve muito abaixo e mereceu o revés. O mesmo vale para o Vasco, que recebeu o Operário e perdeu por 2 a 0 em São Januário, no Rio de Janeiro.

Este confronto marcará a reestreia do técnico Gilson Kleina no comando do time campineiro. Ele assumiu a vaga deixada por Fábio Moreno, que retornou à função de coordenador de futebol do clube. Na rodada de abertura da competição, Sandro Forner atuou como interino.

Com a semana livre para trabalhar, Kleina fez alguns testes no time titular. Na última quinta-feira, porém, ganhou uma baixa: o zagueiro Rayan, que vinha fazendo bons treinamentos, voltou a sentir desconforto na perna em que lesionou durante o Campeonato Paulista e foi vetado pelo departamento médico.

As principais dúvidas do treinador estão no meio-campo e ataque. No meio, Kleina deve apostar na entrada do jovem Léo Naldi como segundo volante. Se optar pela manutenção do mesmo esquema tático, Naldi ficaria com a vaga de Vini Locatelli. Contudo, existe a possibilidade de o time ser montado com três volantes e neste caso atuariam Dawhan, Léo Naldi e Vini Locatelli.

No ataque, Paulo Sérgio deverá, enfim, virar opção no banco de reservas. O atacante não vive boa fase e pode ser substituído por Camilo, que atuaria improvisado e flutuando no setor. Neste caso, Renatinho seria colocado no meio e Niltinho jogaria pela beirada do campo.

No Vasco o clima é de alívio após a vitória sobre o Boavista-RJ, por 1 a 0, na Copa do Brasil. Contudo, a comissão técnica sabe que é essencial uma sequência de resultados positivos para afastar a imensa desconfiança do torcedor.

Para o duelo contra a Ponte Preta, o técnico Marcelo Cabo deverá optar pela estreia do volante Michel como titular. Ele foi contratado junto ao Grêmio. Daniel Amorim, ausente contra o Boavista, também é opção, mas para o banco de reservas.

Dois dos mais experientes do elenco, o zagueiro Leandro Castán e o meia Marquinhos Gabriel foram liberados pelo departamento médico, mas ainda serão mais bem avaliados antes de reassumirem a condição de titular, o que naturalmente deverá acontecer.

Independente de quem entra ou sai, Marcelo Cabo quer ver os vascaínos com espírito de série B. Para ele, a competição exige muita entrega e disposição física até o fim.