Em noite inspirada de Nacho, Atlético-MG vence o Remo pela Copa do Brasil

O Atlético-MG deixou bem encaminhada sua classificação à próxima fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, o time venceu o Remo por 2 a 0, no Baenão, em Belém, pelo confronto de ida da terceira fase da competição.

A vitória em território paraense teve como destaque o argentino Nacho Fernández, contratado em 2021 sob muita expectativa. O meio-campista deu assistência para o primeiro gol de Hyoran e depois deixou sua marca em jogada individual de Hulk, que desta vez o serviu para balançar as redes.

Outro dado importante, e que valoriza ainda mais a vitória do Atlético-MG, é que esta foi a primeira derrota do Remo na temporada 2021. O time paraense ainda não havia perdido em 17 jogos disputados.

A partida de volta entre os times está marcada para quinta-feira, dia 10 de junho, novamente às 19 horas, mas no Mineirão, em Belo Horizonte. O Atlético-MG poderá perder por até um gol de diferença para sair com a classificação, enquanto o Remo precisará surpreender e vencer por três gols de diferença para garantir a vaga.

Os 45 minutos iniciais foram de um Remo apostando em jogadas aéreas ou em bolas paradas, enquanto o Atlético-MG investiu na individualidade e força do seu elenco para construir a vitória parcial de 2 a 0 antes do intervalo.

Logo aos 14 minutos, Nacho Fernández dominou bola e deu ótimo passe para Hyoran, que invadiu a área entre os zagueiros e finalizou na saída do goleiro Vinicius. Atrás no placar, o Remo bem que tentou empatar, mas faltou repertório para passar pela defesa mineira.

Quando a partida caminhava para o intervalo, o Atlético-MG foi premiado com a individualidade de Hulk. Em contra-ataque, o atacante driblou um zagueiro, ganhou na força de Rafael Jansen e deu passe açucarado para Nacho Fernández finalizar para o gol vazio.

Na etapa final, o Remo voltou mais ligado em campo e poderia ter descontado no placar logo aos nove minutos. Felipe Gedoz cobrou falta, Lucas Siqueira desviou de cabeça e Everson fez uma linda defesa, mandando a bola para escanteio. Lance de puro reflexo do goleiro atleticano.

Mas o Atlético-MG seguiu melhor com a bola nos pés e criou novas oportunidades de gol. Aos 30 minutos, Marrony recebeu passe de Allan e finalizou em cima do goleiro Vinicius. E aos 35 Marrony voltou a falhar na frente do goleiro do Remo, desperdiçando chance de marcar o terceiro em campo e aumentar ainda mais a vantagem para a partida em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

REMO 0 X 2 ATLÉTICO-MG

REMO – Vinicius; Thiago Ennes (Wellington Silva), Suéliton, Rafael Jansen e Marlon; Anderson Uchoa (Vinicius Kiss), Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Jefferson (Wallace), Renan Gorne (Dioguinho) e Lucas Tocantins (Edson Cariús). Técnico: Paulo Bonamigo.

ATLÉTICO-MG – Everson; Mariano, Réver, Igor Rabello e Dodô; Allan, Tchê Tchê e Nacho Fernández (Jair); Hyoran (Marrony), Hulk (Sávio) e Eduardo Sasha (Zaracho). Técnico: Cuca.

ÁRBITRO – Antônio Dib Moraes de Sousa (PI).

GOLS – Hyoran, aos 14 minutos; e Nacho Fernández, aos 46 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marlon (Remo); Dodô (Atlético-MG).

RENDA E PÚBLICO – Portões fechados.

LOCAL – Estádio Baenão, em Belém (PA).