Final da Copa América neste sábado será o quinto confronto entre Neymar e Messi

Brasil e Argentina farão a final da Copa América neste sábado, às 21 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Além da rivalidade evidente entre as duas seleções, em campo estarão dois dos melhores jogadores do mundo: Neymar e Lionel Messi. Será o quinto confronto entre eles pelas suas seleções.

Até agora, o duelo Neymar x Messi foi marcado por três amistosos e uma partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, que foi na Rússia. Nos dois primeiros, Messi levou a melhor. Já nos dois últimos, a seleção brasileira superou os argentinos.

Entre 2017 e 2019, Brasil e Argentina se enfrentaram quatro vezes. Em três oportunidades, Neymar não pôde estar presente por causa de lesões. Messi, por sua vez, desfalcou a sua seleção em apenas um jogo, durante seu afastamento temporário da equipe após a eliminação para a França no Mundial da Rússia.

Já são quase cinco anos desde o último confronto entre Neymar e Messi por suas nações. Sendo assim, aumentam ainda mais as expectativas quanto à performance dos dois na grande decisão deste sábado no Maracanã.

Confira os confrontos entre Neymar e Messi:

17/11/2010 – Argentina 1 x 0 Brasil (Amistoso)

Em partida realizada no Catar, a seleção argentina venceu a brasileira com gol de Messi. Mano Menezes era o técnico à época e Neymar era apenas um menino de 18 anos que surgia no Santos ao lado do meia Paulo Henrique Ganso.

09/06/2012 – Argentina 4 x 3 Brasil (Amistoso)

As seleções se enfrentaram nos Estados Unidos. Mais uma vez, Messi brilhou e marcou um “hat-trick” (três gols) contra o Brasil. Oscar, Hulk e Rômulo fizeram os gols brasileiros, em um jogo com três viradas de placar. O treinador ainda era Mano Menezes.

11/10/2014 – Brasil 2 x 0 Argentina (Amistoso)

Brasil e Argentina fizeram o Superclássico das Américas no estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, na China. Quem esperava que Neymar ou Messi decidissem o jogo se surpreendeu com o desfecho porque quem marcou duas vezes foi Diego Tardelli, em alta no Atlético-MG. Dunga era o treinador. O goleiro Jefferson defendeu um pênalti do craque argentino.

11/11/2016 – Brasil 3 x 0 Argentina (Eliminatórias)

Em um confronto que tinha mais peso do que os anteriores, as seleções se enfrentaram no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Diante de mais de 53 mil espectadores, o Brasil não deu chances à Argentina e bateu os rivais com gols de Neymar, Paulinho e Philippe Coutinho. O treinador já era Tite.