Fluminense mira primeira vitória contra o Cuiabá sem ‘esquecer’ Copa do Brasil

O Fluminense pode entrar bem modificado diante do Cuiabá, neste domingo, no jogo matinal do Brasileirão. Sob calor carioca das 11 horas, em São Januário, o técnico Roger Machado deve poupar algumas peças de olho na visita ao Red Bull Bragantino pela Copa do Brasil. Mesmo assim, a confiança é grande em somar a primeira vitória na competição.

O jogo será em São Januário porque o Maracanã passa por tratamento do gramado, programado antes mesmo da confirmação que sediará jogos da Copa América. E os veteranos Fred e Nenê podem ganhar descanso para o jogo do interior de São Paulo. Assim como o jovem Martinelli. Nino e Cazares são outras ausências.

O Fluminense vem de sete jogos nos últimos 23 dias e os atletas vêm recebendo atenção especial por causa do desgaste físico. Para evitar estourar as peças principais, Roger Machado dará o descanso. Mas trata o assunto com cautela para não transmitir um possível desprezo ao Cuiabá.

“Não gosto de usar a palavra poupar, parece que é desprestígio e torcedor por vezes interpreta mal”, alertou. “Trabalho muito em conjunto com a fisiologia, quero levar para o campo quem estiver melhor. Mas preciso levar jogadores frescos, descansados. Se for necessário fazer isso, podemos escolher essa via”, enfatizou o treinador.

“Garçom” nos últimos jogos, o jovem Gabriel Teixeira nem pensa em descanso e espera seguir ajudando o Fluminense. “Esperamos fazer um grande jogo contra o Cuiabá e sair com a vitória”, disse, sem se importar com o valor da hora da partida. “Na base sempre joguei de manhã, então é tranquilo. São Januário faz diferença, mas só de ser no Rio está bom já.”

O Fluminense ganhou do Bragantino por 2 a 0, no Rio, mas não se ilude com a boa vantagem. E trata com toda atenção a partida de volta, na quarta-feira. Sabe, contudo, que tem de desencantar no Brasileirão após 0 a 0 contra o São Paulo.

Roger, de certo, não contará com Nino, na seleção olímpica, e Cazares com o Equador, nas Eliminatórias. Manoel entra na defesa e Ganso pode ser o armador titular.

CUIABÁ – Ainda sem definir o nome do seu treinador para a sequência do Campeonato Brasileiro e tentando colocar panos quentes na polêmica envolvendo seus dirigentes e a saída surpreendente de Alberto Valentim do comando do clube, o Cuiabá tenta focar apenas no confronto diante do Fluminense, marcado para este domingo, às 11h, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro.

Quem comandará o clube no domingo será o auxiliar-técnico fixo Luiz Fernando Iubel. Ele não poderá contar com os atacantes Osman e Jenison, ambos vetados pelo Departamento Médico com lesões na coxa. Yuri também não terá condições de jogo, mas já não poderia atuar por pertencer ao Fluminense.

Por outro lado, o treinador interino contará com o retorno de Uillian Correia, que se recuperou de um entorse no joelho. A tendência é que fique como opção no banco de reservas por voltar de lesão. A principal mudança deverá ser na lateral-direita, com a saída de Lucas Ramon, e a entrada de João Lucas.

“A comissão técnica fixa do clube tem uma estrutura forte de trabalho e já conhece o meu jeito de trabalhar. Então, com certeza o fato de eu ter essa experiência prévia, e de ela ter sido vitoriosa em sua maior parte, pode nos ajudar para o duelo de domingo”, disse Iubel.

O Cuiabá estreou na competição com um empate por 2 a 2 diante do Juventude, o resultado ocasionou a demissão de Alberto Valentim, que estava invicto no comando do clube. A equipe do Mato Grosso tem como objetivo permanecer na divisão em sua primeira participação do torneio.