Giro Esportivo 08/12/2020

O Campeonato Brasileiro de Enduro revelou os campeões da temporada 2020 domingo (6), em Marzagão (GO), palco do último desafio do ano. O capixaba Bruno Crivilin (equipe Honda Racing) foi o grande destaque o comemorou o tricampeonato na Enduro GP, que reúne os pilotos mais rápidos da competição, e da categoria E1. Apesar do ano atípico, em função da pandemia de coronavírus, o campeonato realizou com sucesso 12 etapas em cinco provas, que também tiveram como palcos as cidades de Itapema (SC), Penha (SC), Santa Cruz de Goiás (GO) e Rio Negrinho (SC).

Os campeões

Além da Enduro GP e da classe E1, com os títulos de Bruno Crivilin, outras 12 categorias foram definidas na grande final em Marzagão. Gabriel Soares (classe E2/ equipe Honda Racing), Vinicius Calafati (E3/ Honda Racing), Nicolás Rodriguez (EJ/Honda Edgers Factory Team), Tiago Wernersbach (E4/Honda Edgers Factory Team), Matheus Viana (E230), Humberto Cadori Filho (E35), Adriano de Ávila (Q4/E40), Fernando Spindler (E45), Levi Tesch (E50/ Lekker), Bárbara Neves (EF/ Honda Racing), Fabrício Theiss (EAmador/ Pro Tork KTM Sacramento) e Jean Zandonadi (Youth) foram campeões brasileiros.

Mais categorias

As categorias Kids, direcionadas aos novos talentos do esporte, definiram os vencedores da temporada na prova anterior, em Rio Negrinho (SC). Os campeões foram Vicente Nunes (classe Infantil), Estevão Rangel (Cadete), Frederico Rangel (Juvenil) e, pela categoria Feminina, novidade da competição, Gabriela Azevedo.

 Stock Light

A Vicar Promoções Desportivas anunciou nesta segunda-feira (7) que o prêmio do campeão da temporada 2021 da Stock Light será equivalente a R$ 1,2 milhão. A iniciativa visa incentivar pilotos de todo o país a direcionarem suas carreiras para a maior categoria do continente, já que a Stock Light serve como último estágio antes de se ingressar na Stock Car. A Stock Light realizará a sexta e sétima etapas no próximo final de semana, em Interlagos.

Maradona

A morte do argentino Diego Maradona, ocorrida no último dia 25, ainda gera muita repercussão na Argentina. A relação das filhas do ex-jogador com Matías Morla, advogado do craque e amigo próximo em seus últimos anos de vida, já não era muito boa e azedou de vez nesta segunda-feira. Em uma postagem nas redes sociais, Dalma, a filha mais velha, fez duras críticas ao profissional. Os motivos de tanta animosidade entre os dois seriam a discussão em torno da herança de Maradona e o não comparecimento de Morla ao velório do ex-jogador. Dalma ironizou a amizade do advogado com seu pai e disse que tentou entrar em contato antes do velório.

Surfe

Atual campeão mundial de surfe, o brasileiro Italo Ferreira vive a expectativa de ir em busca do bicampeonato em um momento atípico do esporte. Com a pandemia de Covid-19, o circuito foi cancelado em 2020 e vai começar nesta terça-feira, no Havaí, na disputa do Billabong Pipe Masters, etapa que costumava encerrar o calendário. Foi lá que o atleta do Rio Grande do Norte levantou o seu troféu após vencer Gabriel Medina na final do evento. Aos 26 anos, Italo é o surfista a ser batido no campeonato. Vive ótima fase e garante que o título em 2019 tirou um grande peso de suas costas.

Mais um

Ao lado de outros 10 brasileiros, incluindo Medina, bicampeão mundial, Adriano de Souza, campeão em 2015 e que fará sua última temporada no circuito, e Filipe Toledo, que bateu na trave na última edição, o atleta potiguar vai em busca de mais um troféu para o Brasil em uma competição que terá formato diferente, com final em Trestles (Califórnia) a partir de 8 de setembro de 2021 com os cinco mais bem colocados do ano, e com a presença da modalidade pela primeira vez nos Jogos Olímpicos entre as etapas do calendário. Italo e Medina são os representantes brasileiros em Tóquio.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *