Irregular na Série B, Botafogo demite técnico Marcelo Chamusca

Irregular na Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo decidiu demitir o técnico Marcelo Chamusca. O treinador, contratado em fevereiro, deixou o clube carioca nesta segunda-feira, acompanhado do auxiliar técnico Caio Autuori e do preparador físico Roger Gouveia.

Chamusca era uma aposta do Botafogo em razão das dificuldades financeiras do clube e da queda para a segunda divisão. O treinador chegou ao time na metade de fevereiro, quando o rebaixamento no Brasileirão já era uma realidade. E foi mantido no cargo com a missão de resgatar a equipe para a Série A.

No entanto, a campanha do Botafogo é irregular na Série B. Há três jogos sem vencer, o time ocupa apenas o 10º lugar da tabela, com 13 pontos. Foram apenas três vitórias em dez jogos até agora, deixando o clube com aproveitamento inferior a 50% e indicando a torcida que as chances de retornar à primeira divisão parecem improváveis no momento.

Chamusca já havia resistido à fraca campanha no Campeonato Carioca e à queda precoce na Copa do Brasil. No entanto, a pressão aumentou nos últimos dias, principalmente após o empate por 3 a 3 com o Cruzeiro, outro time grande que pena na Série B – é apenas o 14º colocado.

Com a meta de reagir rapidamente na Série B, para manter o sonho de retornar à elite ao fim do ano, a diretoria botafoguense vai ao mercado agora em busca do substituto de Chamusca. Ainda não há nomes aventados ou perfil anunciado pelo clube. O time volta a campo no sábado para visitar o Brusque, pela 12ª rodada.