Kaio Jorge diz que usou ‘malandragem’ para tapear marcador no 3º gol do Santos

Kaio Jorge chegou ao sexto gol em oito jogos neste sábado, durante a vitória por 3 a 1 do Santos sobre o Ceará, na Vila Belmiro, graças a um toque de “malandragem”, segundo a explicação do próprio jogador após a partida. Assim, ele ajudou o time santista a conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

Enquanto aguardava a cobrança de escanteio de Gabriel Pirani, o atacante fingiu que estava amarrando o cadarço da chuteira, na meia-lua da grande área. Quando a bola saiu da marca, ele avançou sozinho para ir de encontro com ela e fazer o gol de cabeça, sem a companhia de Jorginho, que ficou para trás na marcação.

“Futebol tem que ter um pouco de malandragem. Eu vi que eu estava marcado e o jeito de tapear o adversário foi amarrar o cadarço. Eu fiz o possível para estar o mais livre possível, e o Pirani cobrou com carinho para eu fazer o gol”, disse o atacante na saída do gramado.

O gol marcado por Kaio Jorge, terceiro da partida, ajudou a aliviar de vez a tensão que envolvia a Vila Belmiro depois da eliminação precoce na Libertadores e da derrota por 3 a 0 para o Bahia na estreia do Brasileirão. O alívio começou no meio da semana, com a vitória por 2 a 0 sobre o Cianorte no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, na casa do adversário.

“A gente vem fazendo bons jogos. Infelizmente, perdemos para o Bahia lá, mas conseguimos recuperar contra o Cianorte, e agora contra o Ceará. É continuar fazendo o que o professor está pedindo para continuar evoluindo”, comentou Kaio Jorge.

Agora, o Santos tem a missão de confirmar a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. O reencontro com o Cianorte está marcado para as 16h30 da próxima terça-feira, na Vila Belmiro. No sábado, mais uma vez na Vila, a equipe recebe o Juventude, pela terceira rodada do Brasileirão.