Lista de convocados dos elencos do NBB Brasil para o Jogo das Estrelas 2021 é anunciada

A lista de convocados dos dois times do NBB Brasil para o Jogo das Estrelas 2021 está anunciada. Depois de uma pré-votação envolvendo atletas e técnicos do NBB, imprensa especializada e personalidades do basquete, os 18 atletas brasileiros mais votados estão disponíveis para a escolha dos capitães Alex Garcia e Marquinhos para o evento, que acontecerá nos dias 19 e 20 de março.

Agora, os dois craques e multicampeões definirão os sete nomes que farão parte de cada um dos elencos do NBB Brasil, em um esquema parecido com um “draft”. As escolhas de Alex Garcia, Marquinhos e dos outros dois capitães (Shamell e Georginho) serão anunciadas em uma live, que terá divulgação prévia nos canais digitais do NBB.

Na lista dos mais votados estão os armadores Fúlvio (Mogi), Alexey (Zopone/Gocil Bauru Basket), Ricardo Fischer (Corinthians) e Elinho (Sesi Franca). Já entre os alas estão presentes André Goes (Sesi Franca), Betinho (Unifacisa), Gui Deodato (Zopone/Gocil Bauru Basket) e Jimmy (Paulistano).

Para jogar no garrafão, foram escolhidos os pivôs Lucas Dias (Sesi Franca), Lucas Mariano e Renan Lenz (São Paulo FC), Olivinha, Rafael Hettsheimeir, Rafael Mineiro e Léo Demétrio (Flamengo), JP Batista (Minas TC), Wesley (Mogi) e Maique (Paulistano).

Vale lembrar que os dois capitães possuem uma bela história no Jogo das Estrelas. Indo para sua 11ª edição, Alex Garcia, o “Brabo”, foi MVP em duas ocasiões (2013 e 2014) e é o cestinha da história do evento com 152 pontos – média de 15,2 por jogo. Já Marquinhos disputará pela oitava vez a partida das estrelas do basquete brasileiro, dessa vez como capitão e com novo formato de disputa.

O novo formato do Jogo das Estrelas 2021

O Jogo das Estrelas 2021 marcará a união entre atletas e clubes para uma grande ação social em prol das vítimas da Covid-19 no Brasil. Além disso, essa edição estreará um formato inovador. Após 9 anos com o confronto NBB Brasil contra NBB Mundo, o Jogo das Estrelas deste ano terá a disputa entre quatro equipes.

Cada time será representado por um capitão, que será responsável pela escolha de seus respectivos elencos. Os alas da Seleção Brasileira, Alex Garcia e Marquinhos, serão os líderes de cada um dos elencos “NBB Brasil”; o maior cestinha da história do campeonato, o norte-americano Shamell será o comandante do “NBB Mundo”; e o atual MVP da competição, o jovem armador Georginho, estará à frente do “NBB Novas Estrelas”.

Dessa maneira, os quatro quartos do confronto tradicional de basquete serão substituídos por quatro mini-jogos de 10 minutos num modelo “Final 4”. As semifinais terão os duelos entre dois times formados por atletas brasileiros e um outro entre os estrangeiros e os jovens talentos sub-25 do NBB. Os perdedores se enfrentam na disputa de terceiro lugar e os vencedores avançam para a grande final do Jogo das Estrelas 2021 (conforme abaixo):

1º Período: NBB Brasil (Alex Garcia) x NBB Brasil (Marquinhos)

2º Período: NBB Mundo (Shamell) x NBB Novas Estrelas (Georginho)

3º Período: Disputa de 3º Lugar (entre os times perdedores)

4º Período: Final (entre os times vencedores)

Além dessa nova dinâmica no jogo principal, o Jogo das Estrelas 2021 seguirá com os torneios individuais: Habilidades, 3 Pontos e Enterradas. Os participantes dessas competições serão anunciados nas próximas semanas.

O NBB é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), com chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e em parceria com a NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, BetMotion, KitchenAid, IMG Arena e Genius Sports.

Confira a lista dos jogadores selecionados (em ordem de votação):

– Lucas Dias (Sesi Franca) – 88,55%
– Lucas Mariano (São Paulo FC) – 88,37%
– Olivinha (Flamengo) – 80,03%
– Fúlvio (Mogi) – 79,03%
– Rafael Hettsheimeir (Flamengo) – 76,28%
– JP Batista (Minas TC) – 75,23%
– André Goes (Sesi Franca) – 66,64%
– Alexey Borges (Zopone/Gocil Bauru Basket) – 63,37%
– Wesley (Mogi) – 51,46%
– Renan Lenz (São Paulo FC) – 44,95%
– Ricardo Fischer (Corinthians) – 44,53%
– Maique (Paulistano) – 42,74%
– Rafael Mineiro (Flamengo) – 38,96%
– Betinho (Unifacisa) – 33,47%
– Léo Demétrio (Flamengo) – 33,46%
– Gui Deodato (Zopone/Gocil Bauru Basket) – 30,73%
– Jimmy (Paulistano) – 30,45%
– Elinho (Sesi Franca) – 29,17%

Da Assessoria