Manchester City derrota o Arsenal em Londres e emplaca 18ª vitória seguida

Líder do Campeonato Inglês com muita folga, o Manchester City não foi dominante como vinha sendo nos compromissos anteriores, mas controlou o Arsenal e derrotou o rival em Londres por 1 a 0, neste domingo, em duelo da 25.ª rodada. O time de Pep Guardiola manteve a vantagem na ponta e emplacou a 18.ª vitória consecutiva na temporada.

Com mais um resultado positivo, o City foi aos 59 pontos e segue com dez de vantagem na liderança. O Arsenal, por outro lado, faz mais uma temporada decepcionante na liga inglesa e aparece apenas no décimo lugar, com 34 pontos.

O Manchester City venceu os últimos oito jogos diante do Arsenal, que não ganha do rival na Premier League desde 2015. O time de Pep Guardiola vive excelente fase e, após um começo oscilante no torneio, chegou a impressionante marca de 25 jogos de invencibilidade e caminha com tranquilidade para mais um título nacional.

Neste domingo,o Manchester City exerceu domínio sobre o Arsenal na casa do adversário. Não foi uma superioridade avassaladora, como se acostumou a fazer até mesmo contra rivais que brigavam com ele pelo título – caso da goleada sobre o Liverpool, por exemplo -, mas protagonizou uma atuação segura, controlando as ações e sem ser ameaçado.

Os visitantes praticamente não deixaram os anfitriões tocarem na bola na primeira metade da etapa inicial. Foi nesse período fulminante, de muita superioridade, que o City fez com Sterling o gol que definiu o triunfo. No primeiro minuto, Mahrez cruzou da ponta direita na cabeça do atacante, que subiu sozinho para marcar. Aos cinco, Sterling ainda teve outra chance para ampliar, mas se enrolou após driblar Bellerín e perdeu a bola.

Passados os primeiros 20 minutos, o Arsenal apresentou melhora e foi ocupando o campo de ataque. Com dificuldade para criar, a equipe de Mikel Arteta, porém, não levou perigo à meta defendida por Ederson. Apenas o arremate de Tierney, de fora da área, fez o goleiro brasileiro trabalhar.

Na etapa complementar, o City fez o suficiente para manter a vantagem construída no primeiro tempo. Teve atuação segura na defesa, deixou o rival longe do gol na maior parte do confronto e ficou perto de ampliar o placar em alguns contra-ataques.

Em resumo, os visitantes “cozinharam” o rival e administraram com certa tranquilidade o resultado em um segundo tempo carente de oportunidades de gol. João Cancelo, em chute de trivela que passou próximo da trave, e Gabriel Jesus, em arremate fraco, foram os únicos que tentaram algo no ataque.

Também neste domingo, o Leicester superou o Aston Villa por 2 a 1, chegando aos 49 pontos e se consolidando no G4, a zona de classificação à Liga dos Campeões. James Maddison e Harvey Barnes marcaram na etapa inicial para o time, que foi vazado no segundo tempo por Bertrand Traoré. Derrotada em casa, a equipe de Birmingham ocupa a oitava posição do Inglês com 36 pontos.