Marcelo Oliveira estuda mudanças na Ponte Preta em confronto direto na Série B

O técnico Marcelo Oliveira ainda tem um treinamento para realizar em Campinas antes da viagem a Belo Horizonte, mas tudo indica que a Ponte Preta vai ter mudanças para o jogo de sábado, contra o América-MG, pela primeira rodada do segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro.

Como a “dobradinha” no lado direito não deu certo contra o Figueirense, Léo Pereira vai para o banco de reservas e Apodi, que atuou como ponta na última segunda-feira, volta para a lateral, sua posição de origem.

Resta saber quem será o escolhido para entrar no lugar de Apodi. O meia Camilo e o atacante Guilherme Pato, que entraram muito bem no decorrer do último jogo, são as principais opções. Outra mudança que pode acontecer é no comando de ataque, com Tiago Orobó na vaga de Matheus Peixoto.

Quem tem lugar garantido entre os 11 titulares é Bruno Rodrigues, que teve participação direta nos dois gols da Ponte sobre o Figueirense. O atacante disse que o objetivo do clube é voltar para Campinas com pelo menos um ponto.

“A gente não vai ficar jogando por uma bola. Sabemos da qualidade do nosso time. Vamos em busca do melhor para nós. Esperamos sair de lá com três ou no mínimo um ponto”, afirmou Bruno Rodrigues.

Mas o retrospecto da Ponte contra o América-MG em 2020 não é nada bom. Na estreia da Série B, derrota em São Paulo – Campinas ainda não podia receber jogos -, por 1 a 0. Os times voltaram a se encontrar na quarta fase da Copa do Brasil e os mineiros avançaram com um empate (2 a 2) no Moisés Lucarelli e uma vitória (3 a 1) no Independência.

Os dois times, inclusive, são concorrentes diretos na luta pelo acesso na Série B. A Ponte Preta é a quinta colocada, com 30 pontos, cinco a menos que o terceiro colocado, o América-MG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *