Na caça ao líder Inter, Flamengo defende série invicta diante do Vasco

Em crescimento no Campeonato Brasileiro, o Flamengo vai defender uma série invicta de 16 jogos diante do Vasco, nesta quinta-feira, a partir das 21 horas, no Maracanã, para manter sua perseguição ao líder Internacional. O duelo é válido pela 34.ª rodada e terá o time cruzmaltino em busca de mais pontos para se distanciar do risco de rebaixamento.

Entre os principais clássicos do futebol nacional, nenhum tem um jejum tão grande quanto o do Vasco diante do Flamengo. Desde 2016, temporada em que disputou a Série B, o time cruzmaltino não supera o rival, que acumula sete vitórias e nove empates no período. E tentará emplacar o terceiro triunfo consecutivo no Brasileirão.

Após oscilar durante toda a defesa do título, o Flamengo reagiu nas últimas partidas. Venceu quatro dos últimos cinco duelos. Está a quatro pontos do Inter e quer diminuir essa desvantagem antes do confronto direto, na penúltima rodada. E nesta quinta, enquanto fará um clássico no Maracanã, o time gaúcho visitará o Athletico-PR na Arena da Baixada.

A superioridade recente no confronto com o Vasco anima o Flamengo, mas o triunfo por 3 a 0 sobre o Sport, embora tenha chamado a atenção pelo ótimo primeiro tempo do time, causou preocupações. O time demonstrou estar em crescimento técnico, mas os problemas físicos podem atrapalhar os planos de ascensão da equipe, que já havia perdido Rodrigo Caio por lesão.

O goleiro Diego Alves voltou a se contundir e será novamente desfalque, tendo a vaga mais uma vez ocupada por Hugo. Já Gerson, que teve um entorse no pé direito, ainda é dúvida para o clássico. Foi relacionado por Rogério Ceni, mas não está garantido. Nesse caso, João Gomes está de sobreaviso.

“Pensamos muito no título. Sabemos que não é fácil, não depende só de nós mais. Temos que pensar jogo a jogo. E o próximo é esse contra o Vasco”, afirmou o meia Everton Ribeiro. “Estamos em um momento bom, com confiança alta, sabendo o que fazer em campo. E em um momento importantíssimo”, acrescentou.

Certo mesmo é que o Flamengo será o responsável por propor o jogo. O Vasco vem em uma série invicta de três jogos, com uma vitória e dois empates, e mais do que encerrar o jejum no clássico, está preocupado em somar os pontos para evitar o rebaixamento – hoje, a vantagem é de dois para zona da degola.

O técnico Vanderlei Luxemburgo deve apostar nos contra-ataques, como fez na melhor atuação sob o seu comando, a vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, outro candidato ao título, mas era ele quem estava no banco em um dos melhores clássicos dos últimos anos – os 4 a 4 do Brasileirão de 2019.

Para o duelo, o Vasco terá desfalques no setor que mais deve ter trabalho no Maracanã: os zagueiros Leandro Castán, expulso contra o Bahia, e Werley, lesionado, estão fora. Assim, Ricardo Graça e Marcelo Alves vão compor a dupla defensiva diante do poderoso ataque flamenguista.

Além do jejum no clássico, o Vasco tentará quebrar outro. Seu artilheiro, Germán Cano, já foi às redes contra os rivais Fluminense e Botafogo, mas ainda não diante do Flamengo – teve um gol anulado na derrota por 2 a 1, em São Januário, no primeiro turno do Brasileirão.

“Os números com certeza incomodam bastante, mas acho que também não temos de levar o peso dos jogos passados para agora. Temos que esquecer o passado e focar nesse próximo jogo, que é o mais importante para gente. Tentar acabar isso na quinta-feira. Com certeza o Vanderlei Luxemburgo sabe o que é melhor para tentarmos vencer”, disse Ricardo Graça.