No adeus a Sampaoli, Atlético-MG recebe o Palmeiras para confirmar o 3º lugar

Jorge Sampaoli não dirige mais o Atlético-MG. Está suspenso e a caminho do futebol europeu. Mas o treinador argentino vai acompanhar o time nesta quinta-feira, às 21h30, das tribunas do Mineirão. Ganhar do time alternativo do Palmeiras significa fechar o Brasileirão no pódio, com a terceira posição.

Para não perder R$ 1,7 milhão, Sampaoli armou o Atlético-MG com força máxima para a rodada decisiva. O terceiro lugar do Brasileirão rende premiação de R$ 29,7 mi, diante de R$ 28 mi para o quarto, uma diferença considerável e que fará os mineiros jogarem em busca do resultado.

Jorge Desio será o responsável por comandar a equipe na beira do gramado. O auxiliar recebeu todas as recomendações de Sampaoli, que quer uma despedida vitoriosa e com sabor de vingança.

Foi diante do Palmeiras, no primeiro turno, uma das mais duras derrotas da era Sampaoli no Atlético-MG. Um 3 a 0 com amplo domínio dos paulistas no Allianz Parque.

Surpresa na escalação diante do Sport, após se recuperar de lesão no ombro, o atacante Keno está confirmado ao lado de Savarino e Sasha no ataque, na busca dos gols.

Sampaoli está saindo, mas o Atlético-MG ainda não tem um substituto. O diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano, avalia muitos nomes, entre eles o de Rogério Ceni e de Jorge Jesus. Também sondou Renato Gaúcho.

Não fechou ainda mas manda uma aviso aos candidatos para assumir a equipe. “O treinador vai ter o entendimento de que o projeto é do Galo e ele será uma peça nessa engrenagem”, disse. “Essa é a filosofia que vai seguir no projeto, que é grandioso. Então, vamos ter a calma e a responsabilidade na escolha desse treinador.”