Novorizontino perde pênalti aos 50 minutos, Guarani vence e encerra jejum em casa

O Guarani findou um jejum de 10 jogos sem vitória no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), neste domingo, ao bater o Novorizontino por 2 a 1, pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista. O time alviverde não vencia em casa desde 16 de dezembro, ainda pela Série B do Campeonato Brasileiro. O de Novo Horizonte (SP), com Jenison, perdeu pênalti aos 50 minutos do segundo tempo.

Outro fato curioso é que no fim do jogo, enquanto alguns comemoram a emocionante vitória, houve uma discussão entre dois jogadores do próprio Guarani. Rodrigo Andrade e Bidu trocaram empurrões, foram separados pelos companheiros e acabaram expulsos.

O resultado positivo, com gols de Andrigo e Júlio César, fizeram o Guarani abrir vantagem na zona de classificação do Grupo D. Vice-líder, o Guarani chegou a 14 pontos, três atrás do líder Mirassol e com quatro de vantagem para o Santos, terceiro colocado. O Novorizontino, por sua vez, até se manteve em segundo lugar no Grupo C com 18 pontos, mas viu o Palmeiras encostar com 15. Danielzinho fez para os visitantes.

O Guarani teve um início avassalador contra o Novorizontino. A primeira chance foi criada logo aos três minutos. Dentro da área, Júlio César bateu cruzado, mas Giovanni fez boa defesa. Dois minutos depois, o goleiro do Novorizontino voltou a trabalhar. Primeiro em cabeçada de Matheus Davó e, no rebote, em chute de Júlio César.

Aos nove minutos, porém, não teve jeito. Andrigo pegou bola rebatida e, de frente para o camisa 12, cabeceou para o fundo das redes. Após o gol, o Guarani diminuiu o ritmo. Andrigo voltou a esquentar a partida aos 38 em um petardo que Giovanni voou para defender. O Novorizontino só apareceu aos 41. Danielzinho pegou de primeira e mandou com perigo à esquerda do gol adversário.

No segundo tempo, o Guarani fez questão de matar o jogo. Aos cinco minutos, Júlio César recebeu cruzamento de Bruno Sávio e fez de letra. Aos 25, Giovanni evitou novo gol do Guarani. Primeiro no chute cruzado de Andrigo, que a bola ainda acertou a trave. No rebote, Bidu tentou, o goleiro desviou e a bola bateu no travessão.

Aos 32 minutos, o Novorizontino quase diminuiu em chute de Douglas Baggio, mas Rafael Martins foi buscar no ângulo. A resposta veio aos 39 em chute de Bidu. Ricardo Luz tirou em cima da linha. O Novorizontino diminuiu aos 43 em falta cobrada por Danielzinho.

Aos 45 minutos, Douglas Baggio cruzou, a bola bateu no braço de Pablo e, com a ajuda do VAR, o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, porém, Jenison isolou e perdeu a chance de empatar. Após o apito final, por reclamação, Bidu e Rodrigo Andrade foram expulsos. Eles trocaram empurrões e Bruno Andrade ainda quase acertou um soco no companheiro.

Os dois são titulares e serão desfalques para o dérbi de Campinas, considerado uma decisão na cidade. Em partida remarcada pela sexta rodada, o Guarani enfrentará a Ponte Preta nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio Moisés Lucarelli. No dia seguinte, às 20 horas, o Novorizontino receberá o Botafogo-SP, no estádio Jorge Ismael de Biase, em Novo Horizonte, pela 11.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 x 1 NOVORIZONTINO

GUARANI – Rafael Martins; Pablo, Thales, Airton e Bidu; Bruno Silva, Andrigo (Régis) e Rodrigo Andrade; Bruno Sávio (Matheus Souza), Davó (Rafael Costa) e Júlio César. Técnico: Allan Aal.

NOVORIZONTINO – Giovanni; Felipe Rodrigues (Ricardo Luz), Bruno Aguiar, Robson e Paulinho (Reverson); João Pedro (Douglas Baggio), Léo Baiano e Murilo Rangel (Lepu); Cléo Silva (Guilherme Queiroz), Jenison e Danielzinho. Técnico: Léo Condé.

GOLS – Andrigo, aos 9 minutos do primeiro tempo; Júlio César, aos 5, e Danielzinho, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Thales e Airton (Guarani); Felipe Rodrigues, Paulinho e Reverson (Novorizontino).

CARTÕES VERMELHOS – Rodrigo Andrade e Bidu (Guarani).

ÁRBITRO – Thiago Lourenço de Mattos.

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).